supercarro Mclaren f1 Notícias

McLaren F1: um dos mais raros supercarros está à venda


Está à venda, mas dificilmente encontrará o anúncio no OLX. Se encontrasse, poderia ser assim: “Vende-se supercarro seminovo, só com um dono e muito estimado. Preço a combinar”. A scuderia inglesa colocou à venda o seu McLaren F1 de 1998. É o suprassumo dos supercarros e um dos mais raros.

Entre 1993 e 1998, a McLaren construiu 64 unidades do supercarro Mclaren F1. Aquele que ostenta o número de chassis 69 foi um dos seis que saíram da linha de montagem no último ano de produção e nunca saiu da fábrica, tendo sido mantido pela equipa da McLaren Special Operations Heritage e tem apenas 4.506 quilómetros.

Este é um dos automóveis ícone dos anos 90 do século passado, tendo algumas características que são únicas. Foi o primeiro dos supercarros a ser construído em fibra de carbono e bateu o recorde do mundo de velocidade em estrada para veículos de série, com uns impressionantes 390,7 quilómetros por hora. Ainda hoje é um dos automóveis mais velozes de sempre graças ao seu motor naturalmente aspirado V12 de 6.1 litros que debita 610 cavalos de potência. Hoje, mas de 20 anos depois, ainda ostenta o título de mais rápido carro de estrada de produção naturalmente aspirado.

Outra das suas características únicas é o facto de o lugar do condutor ser no centro do veículo, com dois lugares para passageiros de cada lado.

Projetado por Gordon Murray e Peter Stevens, o McLaren F1 foi desenvolvido e projetado com uma abordagem de zero compromisso, batendo mundial de Fórmula 1 experiência e tecnologia imbatível da Fórmula 1, e a experiência de condução mais centrada no condutor. O McLaren F1 foi o primeiro carro de estrada a contar com um chassis de fibra de carbono completo, e com uma posição de condução central e compartimento do motor forrado a ouro.

E por quanto é que está à venda este McLaren F1 de 1998? Não se sabe o preço, podendo os interessados contactar diretamente a marca. Mas pense em mais de uma dezena de milhões de euros. Rowan Atkinson, o mundialmente famoso Mr. Bean, teve um McLaren F1, sofreu dois acidentes com ele e mesmo assim vendeu-o por 12,24 milhões de libras, mais de 15 milhões de euros.