Novo Richard Mille RM68-01 Cyril Kongo Lifestyle

A arte de Cyril Kongo num relógio Richard Mille


“Uma verdadeira obra de arte para o pulso”, é assim que a Richard Mille define o seu mais recente relógio, o RM 68-01 Turbilhão Cyril Kongo que, garantem, vai entrar para a história da relojoaria. Pela primeira vez, um “street artist”, traduz o seu universo e linguagem gráfica e transfere-a para o “coração” de um movimento, a uma escala infinitamente pequena.

O RM 68-01 é o resultado do desejo da Richard Mille querer introduzir a arte contemporânea na alta relojoaria, numa abordagem sem precedentes. Este calibre turbilhão é de facto mais que um relógio, servindo de tela para a inspiração e criatividade do street artist Cyril Kongo. Nunca antes uma obra de arte ganhou forma nas pontes e na platina de um relógio, tornando-se assim parte integral da peça. Richard Mille e Kongo conseguiram transportar uma forma de arte associada com murais urbanos de grande escala e traduzi-la para o mundo relojoeiro dos micro-mecanismos e da precisão, dando assim o salto das paredes das cidades para as pontes, as platinas e os mostradores em safira dos relógios.

Para desenvolver a técnica de pintura usada por Kongo, foi necessário mais de um ano; teve de ser desenvolvido um aerógrafo especial para o artista conseguir aplicar as cores com a maior delicadeza, uma gota de cada vez. Para evitar comprometer o equilíbrio do calibre, essencial para o seu funcionamento, o peso da tinta foi calculado de antemão. Este desafio que envolveu todas as equipas que colaboraram no projecto do RM 68-01 resultou na criação de uma paleta única de cores indeléveis que aderem perfeitamente aos componentes de titânio e que resistem à montagem e desmontagem da peça.

O RM 68-01 exigiu que Kongo repensasse a sua abordagem ao graffiti de modo a adaptar o seu vocabulário artístico às pequenas superfícies de um calibre. O seu verdadeiro triunfo reside no facto de que se pode contemplar o seu trabalho em cada ângulo da peça.

Novo Richard Mille RM68-01 Cyril Kongo

Novo Richard Mille RM68-01 Cyril Kongo

A montagem do movimento em titânio grau 5 e a caixa, foram pensados e desenvolvidos de forma a criar um conjunto holístico criativo e eloquente. Na parte de trás do relógio, podemos ver a forma central da platina do movimento turbilhão irradiando para o exterior, como se fosse uma projecção de tinta, atirada contra uma parede, enquanto as pontes de titânio orientadas em diferentes direcções sugerem pinceladas. Inserido numa caixa em carbono NTPT e com aros em cerâmica preta TZP, joga com a assimetria, variando em espessura entre as 9h e as 3h, e em altura entre as 12h e as 6h. Combinando as artes mecânicas e visuais contemporâneas, o RM 68-01 é um testemunho da visão moderna da relojoaria.

Atelier de Cyril Kongo

Atelier de Cyril Kongo

Conhecido internacionalmente pelo pseudónimo Cyril Kongo, o artista de graffiti Cyril Phan nasceu em 1969 e reside actualmente em Paris. Artista de rua, autodidata, Cyril Kongo deu-se a conhecer inicialmente como graffiter na cena urbana parisiense. Vinte anos de práctica fizeram dele um artista de referência do Graffiti internacional. Empenhado e solidário, ele foi um dos artistas que contribuiu para o reconhecimento do Graffiti como disciplina artística. Membro do mítico colectivo MAC CREW, ele é igualmente fundador do festival Kosmopolite (festival internacional de graffiti) de Bagnolet.

Edição Limitada de 30 peças.

Saiba mais em www.chronosdotempo.com


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *