App Store da Apple Mobile

Apple prepara revolução na App Store


A Apple mudou a forma como compramos software e agora prepara-se para voltar a mudar o jogo. Preparem-se: vêm aí anúncios na busca por apps e subscrições em todas as categorias.

O anúncio oficial das mudanças na App Store será feito esta segunda feira no evento da Apple para desenvolvedores, o WWDC, mas o The Verge conseguiu um furo, com o vice-presidente da companhia de Cupertino para o marketing a anunciar de que forma a Apple vai voltar a mudar o jogo.

Primeiro passo: tornar os desenvolvedores mais contentes. A Apple vai continuar com a percentagem de 30 por cento do valor das apps vendidas mas aposta numa nova forma de fidelizar consumidores e em simultâneo tornar a App Store mais apelativa para desenvolvedores. E vai fazê-lo apostando na subscrição dos softwares, que já era permitida para algumas categorias mas que agora vai ser estendida a todas, jogos incluídos.

Assim, em vez de se pagar de uma única vez para baixar o software, a Apple pretende instituir o pagamento de uma quantia mensal ou anual para se aceder à app. No caso de as subscrições durarem mais de um ano, a empresa diminui em metade a sua parte do bolo, passando a ficar com apenas 15 por cento do valor pago pelos clientes.

Esta é uma forma que a Apple encontrou de manter os desenvolvedores a criar software para os seus SO, uma vez que as vendas de aparelhos baixaram e o mercado das apps tem denotado uma certa estagnação em termos de proveitos para os desenvolvedores.

Mas há ainda uma outra alteração. Depois de resistir durante muitos anos à medida, a Apple rende-se à publicidade na busca dentro da App Store mas, afirma, tentará fazê-lo de uma forma justa que ponha em igualdade de circunstâncias os tubarões da indústria e as pequenas startups com apps na plataforma iOS.

E há uma outra boa notícia para os desenvolvedores. A partir de agora, a aprovação das apps para a sua colocação na App Store será muito mais rápida. A empresa estima que 50 por cento das apps sejam revistas em 24 horas e que em 48 horas 90 por cento das apps já conheçam o veredito.

Desde a sua criação, em 2008, a App Store já proporcionou ganhos aos desenvolvedores na ordem dos 40 mil milhões de dólares.

Via The Verge