crianças expostas ao básico da programação Gadgets

Crianças começam a programar com uma simpática lagarta


Podem ainda ser uns pequenitotes, mas em 2035 serão eles os programadores. Este outono, os mais novos vão ficar a conhecer a Lagarta Aprender a Programar, um brinquedo que permitirá aos mais novos terem o primeiro contacto com as bases da programação.

Os futuros programadores de 2035 podem ser apenas bebés neste momento, mas a sua jornada de aprendizagem já começou. Com a ajuda da Lagarta Aprender a Programar, que chega às lojas através da Fisher-Price este outono, os mais pequenos serão expostos às bases da programação através da estimulação intelectual, da resolução de problemas e do desenvolvimento de sequências.

Indicada para crianças dos 3 aos 8 anos, a inovadora Lagarta Aprender a Programar, o primeiro brinquedo do género lançado no mercado, encoraja as crianças a aprender enquanto brincam, despertando-lhes a curiosidade natural. A Lagarta apresenta nove segmentos que possibilitam combinações infinitas de forma a que esta se mova para a frente, para a esquerda ou direta, ou que pare por alguns segundos e se volte a movimentar. De cada vez que as crianças alteram e reorganizam os segmentos é necessária uma combinação especifica para que ela se volte a mover.

Para o pediatra Hugo de Castro Faria, “o brinquedo é inovador e cativante para os mais pequenos e permite estimular competências fundamentais como a organização espacial, a sequenciação e o planeamento de uma atividade. A utilização criativa da Lagarta Aprender a Programar em diferentes brincadeiras pode enriquecer esta experiência”.

Para estimular ainda mais as crianças, a Lagarta apresenta uma série de luzes, sons e até os olhos piscam enquanto circula alegremente nos percursos desenvolvidos pelas crianças. Ao conetar os segmentos do brinquedo, de forma a movimentar a Lagarta de forma especifica, as crianças estão a aprender a criar sequências. Quando elas criam a sequência que dá à Lagarta um padrão de movimento, as crianças estão a resolver um problema, ou seja, a programar.

É possível adquirir segmentos extra que dão à Lagarta outras funções, tais como, novos sons e efeitos de luzes ou rotatividade a 180 graus, de forma a que as crianças se sintam sempre motivadas e continuem a estimular as suas capacidades cognitivas. Há ainda um aplicação com novos desafios para as crianças.

A Lagarta Aprender a Programar tem um PVP aproximado de 69,90€ e cada segmento extra terá um custo aproximado de 6,59€. Estará à venda nas grandes superfícies, bem como, lojas especializadas em brinquedos.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *