Portuguesa 360imprimir capta investimento de 3 milhões de euros Negócios

Portuguesa 360imprimir capta 3 milhões de euros de investimento


A primeira gráfica online portuguesa, a 360imprimir, conseguiu um investimento de três milhões de euros. A startup portuguesa nasceu em 2013 e este investimento permitirá manter o ritmo de crescimento acentuado de forma sustentada.

A startup portuguesa 360imprimir  acaba de receber um investimento de 3 milhões de euros. A operação foi realizada pela Pathena, fundo de Venture Capital, e trata-se de um investimento Série A.

A 360imprimir é a primeira gráfica online portuguesa e foi lançada em 2013 por seis amigos: Diogo Silva, João Matias, Jorge Correia, José Salgado, Pedro Gaspar e Sérgio Vieira. A empresa é uma one-stop-shop de produtos de marketing e pretende, num futuro próximo, otimizar a experiência do consumidor, alinhando estratégias offline e online em vários mercados internacionais.

Recorde-se que o fator diferenciador desta gráfica é a tecnologia, já que, através de um software de agregação inteligente, consegue assegurar aos clientes os preços mais baixos do mercado.

“Começámos pela impressão, mas tencionamos alterar por completo as soluções de marketing das PME’s em todo o mundo. O facto de utilizarmos capacidade produtiva externa, permite-o com maior facilidade. Temos plena consciência da importância da tecnologia no nosso negócio e este investimento permite-nos continuar a apostar fortemente nesta área”, explicou Sérgio Vieira, CEO.

Para além do investimento em tecnologia desenvolvimento de novos produtos e serviços, o montante angariado também servirá para suportar a expansão internacional da marca, permitindo garantir uma consolidação nos mercados onde já opera e assegurar uma posição consistente nos novos mercados onde pretende entrar. Este investimento “permitirá manter o ritmo de crescimento acentuado de forma sustentada”, referiu Sérgio Vieira.

Para António Murta, Managing Partner da Pathena, “A 360imprimir revolucionou a indústria da impressão. Através de um processo self-service para particulares e PME’s, e sem meios de produção próprios, o seu modelo de negócio é muito atrativo. O constante crescimento da empresa vem confirmar a qualidade do trabalho produzido e a capacidade de trabalho dos seus gestores.”

Em apenas três anos, a 360imprimir alcançou mais de 200 mil clientes e já conquistou quatro mercados: Portugal, Espanha, Brasil e México. Numa primeira fase a empresa apostou na Península Ibérica e só depois avançou para a América do Sul – região geográfica que pretende continuar a explorar.

Até ao final deste ano, a empresa prevê faturar mais de 7 Milhões de Euros, um crescimento perto de 300% superior em relação ao ano passado.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *