Explosões matam Samsung Galaxy Note 7

Samsung Galaxy Note 7 Explode

A Samsung decidiu parar de produzir o Galaxy Note 7 e pediu aos seus parceiros a nível mundial para que o deixem de vender. A persistência de casos de explosão e combustão no aparelho da marca levaram o gigante coreano a tomar a medida mais radical.

Num primeiro momento, a empresa pediu a quem já tivesse comprado o Galaxy Note 7 para os manter desligados e pedir a troca por outro aparelho da marca, mas a persistência de casos levou a Samsung a decidir-se por deixar de produzir o aparelho defeituoso, no qual depositava grandes esperanças.

Em comunicado emitido hoje, a Samsung afirma que “reajustámos recentemente o volume de produção para reforçar a investigação e o controlo de qualidade, mas colocamos a segurança dos consumidores como prioridade máxima e tomámos a decisão final de parar a produção do Galaxy Note 7″.

Ainda antes do anúncio, as ações da empresa na bolsa de Seul sofreram uma forte queda. Os investidores têm medo dos danos que este episódio possa causar à reputação da Samsung e os títulos da companhia sul coreana tiveram uma contração de 8 por cento.

Este é o segundo – e também o mais grave – caso de aparelhos defeituosos que saem das linhas de montagem da Samsung, depois de a marca ter anunciado problemas também em fogões.

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação. | Google +

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *