Aquaris X5 Plus X5 Plus da BQ é o 1º smartphone a incorporar o sistema Galileo Mobile

Aquaris X5 Plus da BQ é o 1º smartphone a incorporar o sistema Galileo


Apresentado no início do ano durante o MWC 2016 (maior evento mundial de tecnologia móvel) o Aquaris X5 Plus da BQ é o primeiro smartphone europeu a incorporar o Galileo, o Sistema Global Europeu de Navegação por Satélite. Vale lembrar que um dos pontos fortes de Galileo, operacional desde o passado dia 15 de dezembro, é a sua elevada precisão de localização quando comparada com a utilização apenas de GPS e GLONASS.

A BQ, uma das principais empresas tecnológicas europeias, trabalhou em estreita colaboração com a Agência do GNSS Europeu e a Qualcomm com o intuito de tornar o X5 Plus perfeitamente compatível com o sistema de navegação Galileo.

Rodrigo del Prado, Diretor-Geral Adjunto da BQ, afirma que “é um motivo de orgulho que o sistema de navegação europeu esteja disponível pela primeira vez num dispositivo também europeu, demonstrando que a Europa é líder no desenvolvimento tecnológico”.

O reconhecido astronauta espanhol Pedro Duque fez um comentário na rede social Twitter em que se manifesta orgulhoso por uma empresa espanhola ser a primeiro no mundo com o primeiro dispositivo móvel com o Galileo.

Sobre o Galileo

O programa Galileo é uma iniciativa europeia que leva a tecnologia de última geração aos sistemas de navegação por satélite proporcionando um serviço de alta precisão a nível mundial. O Galileo começou a prestar serviço desde a passada semana, após anos de desenvolvimento, graças aos seus 14 satélites em órbita. Em 2020 o sistema de satélites estará completo com 30 satélites em funcionamento.

Um dos pontos fortes do Galileo é a sua precisão de localização que melhora aquela que se consegue obter apenas com o GPS e o Glonass. A incorporação de satélites Galileo vai oferecer aos utilizadores um posicionamento mais preciso e rápido. Funcionalidade extremadamente útil em ambientes urbanos, onde a combinação de ruas estreitas e edifícios altos pode reduzir a precisão.

“A chave do sucesso do Galileo está em assegurarmos a sua integração neste tipo de dispositivo e é um prazer que seja uma empresa europeia a primeira a fazê-lo”, refereiu Gian Gherardo Calini, responsável do Desenvolvimento de Mercado da GSA.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *