Nova bateria da Huawei suporta altas temperaturas Tecnologia

Nova bateria da Huawei suporta temperaturas até 20% maiores do que as baterias convencionais


A Huawei acaba de anunciar a criação da primeira bateria de lítio que apresenta um longo tempo de vida e é capaz de suportar altas temperaturas. O anúncio foi feito pelo Laboratório Watt, vinculado ao Instituto de Pesquisa Central da Huawei, durante o 57º Simpósio sobre Bateria realizada no Japão.

A bateria desenvolvida no Laboratório Watt utiliza novas tecnologias baseadas no grafeno que são mais resistentes ao calor. De acordo com a Huawei, a nova bateria consegue permanecer funcional em temperaturas de até 60°C, 20% mais quentes do que as temperaturas suportadas pelas baterias convencionais.

Em testes com carga e descarga em altas temperaturas e obedecendo aos mesmos parâmetros de trabalho, a alta temperatura alcançada pela nova bateria da Huawei é 5ºC mais fria do que as baterias de lítio comuns. “Mais de 70% da capacidade da bateria de grafeno sofre degradação depois de ser recarregada 2.000 vezes a uma temperatura de 60°C. Menos do que 13% da sua capacidade é perdida depois de ser mantidas num ambiente de 60°C durante 200 dias”, completou Dr. Yangxing Li, cientista-chefe do Laboratório Watt.

Estando corretos os dados mencionados por Li, a bateria de lítio da Huawei poderá suportar temperaturas de 60ºC por mais de quatro anos. Isso corresponde a aproximadamente o dobro de tempo de degradação das baterias de lítio convencionais.

A expectativa é de que os resultados obtidos pelo Laboratório Watt possam remodelar os sistemas de armazenamento de energia. Dessa forma, a bateria de grafeno da Huawei poderá, por exemplo, garantir que veículos elétricos possam percorrer maiores distâncias com carga em altas temperaturas, além de uma operação segura de drones, que muitas vezes geram uma quantidade significativa de calor.

No ano passado, durante o mesmo simpósio realizado no Japão, a Huawei revelou o desenvolvimento de uma nova tecnologia que permite a recarga de 48% de uma bateria de 3000mAh em apenas 5 minutos. De acordo com a fabricante, um novo smartphone será anunciado neste mês de dezembro com suporte a essa tecnologia de carregamento rápido.

Via Huawei


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *