Emirates SkyCargo transporta perto de 100 cavalos de salto por 3 continentes Notícias, Press Release

Emirates SkyCargo transporta perto de 100 cavalos de salto por 3 continentes


A Emirates SkyCargo, a divisão de carga da Emirates, transportou alguns dos melhores cavalos de salto do mundo, por três continentes, no espaço de um mês. Os cavalos foram transportados de Liège, na Bélgica, para competir nos três primeiros circuitos do Longines Global Champions Tour, em abril de 2017, na Cidade do México, em Miami e Xangai.

A transportadora aérea operou um total de 10 voos de carga, cada um deles com 25 atrelados para transportar os campeões equinos e os seus tratadores. A Emirates SkyCargo trabalhou de perto com a Peden Bloodstock, especialista no transporte de cavalos, para gerir a complexa logística envolvida no voo de cerca de 100 cavalos, para quatro países diferentes, no período de algumas semanas.

Cidade do México e Miami

A Emirates SkyCargo transportou 93 cavalos de salto, em dois voos, sendo a primeira parte da viagem, de Liège para a Cidade do México, entre 31 de março e 1 de abril de 2017. Os cavalos, cada um a pesar entre 600 e 650 Kg, foram transportados nos cargueiros Boeing 777F da Emirates SkyCargo, acompanhados por 11 tratadores e cerca de 30 toneladas de equipamento.

Os voos duraram aproximadamente 12 horas e os cavalos chegaram ao seu destino uns dias antes do início dos campeonatos. Curiosamente, todos os vencedores das competições da etapa CSI 5* do Longines Global Champions Tour, na Cidade do México, viajaram a bordo da Emirates SkyCargo. A segunda parte da viagem, da Cidade do México para Miami, foi um voo relativamente curto, de três horas. No final do evento em Miami, os cavalos foram transportados de volta para Liège, a 16 de abril de 2017.

Xangai

Em relação à paragem seguinte do itinerário, a Emirates SkyCargo transportou 96 cavalos de salto e 27 tratadores, em três voos em separado, de Liège para Xangai, entre 22 e 23 de abril de 2017, com regresso a 1 e 2 de maio. Os melhores cavalos de competição estiveram aproximadamente uma semana em terra, em cada destino, para competir em torneios, antes de serem levados para o ponto seguinte do seu itinerário. Havia pessoal treinado e especializado em cada destino para garantir um bom handling e o máximo de conforto dos cavalos.

A Emirates SkyCargo combina instalações de última geração, incluindo uma moderna frota de aviões e atrelados personalizados, com excelentes apoios logísticos no terreno, através do trabalho com especialistas, como é o caso de Peden Bloodstock. O resultado é um ambiente tranquilo e confortável que assegura o bem-estar dos cavalos, ao mesmo tempo que cumpre todas as normas internacionais para o transporte de animais vivos.

A transportadora aérea transporta regularmente, pelo mundo inteiro, cavalos campeões para liderar competições equestres. Com uma rede global de mais de 150 destinos, em 83 países, a Emirates SkyCargo transportou com frequência cavalos premium, pelos seis continentes. No início deste ano, a Emirates SkyCargo levou alguns dos melhores cavalos de corrida do mundo para o Dubai, para o campeonato de corridas de cavalos Dubai World Cup. A Emirates SkyCargo também se orgulha de poder proporcionar instalações especializadas para cavalos, como uma rampa personalizada para o embarque dos cavalos, no seu hub de carga, na Dubai World Central.

A Emirates SkyCargo é a maior operadora internacional de carga aérea do mundo e opera uma frota moderna, composta por 259 aviões de larga dimensão, incluindo 15 cargueiros – 13 Boeing 777-F e dois Boeing 747-400 ERF.

Factos e números da Emirates SkyCargo no Longines Global Champions Tour:

  • Perto de 100 cavalos de salto transportados por três continentes – Europa, América do Norte e Ásia, num mês;
  • 93 cavalos transportados, de Liège para a Cidade do México, a 31 de março e 1 de abril, em dois cargueiros Emirates SkyCargo;
  • Os cavalos foram acompanhados por 11 tratadores e cerca de 30 toneladas de equipamento;
  • A 9 de abril, 93 cavalos foram transportados da Cidade do México para Miami, em dois voos;
  • Os cavalos de salto voltaram de Miami para Liège a 16 de abril;
  • 96 cavalos transportados de Liège para Xangai, a partir de 22 de abril, acompanhados por 27 tratadores e mais de 15 toneladas de equipamento;
  • A 1 e 2 de maio, os 96 cavalos regressaram para o seu ponto de partida, em Liège.

*CSI 5 é a etapa internacional mais elevada para o concurso de saltos, designado pela Federação Equestre Internacional (FEI), o órgão de governo internacional que dirige todas as disciplinas equestres.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *