A reparação de um iPhone

Reparação ecrã iphone

O mercado dos telemóveis tem sofrido muitas alterações ao longo dos anos. Na Era de domínio da Nokia os telemóveis eram mais dispendiosos e não era frequente necessitarem de reparações. Talvez por serem mais robustos ou por os utilizadores terem mais cuidado com estes, a verdade é que não era comum termos de levar o nosso telemóvel “à oficina”. No entanto, principalmente a partir de 2012 em que a Apple se tornou num dos principais produtores de Smartphones estes equipamentos começaram a ficar massificados e o seu uso no dia a dia tornou-se um hábito à escala mundial. Com este uso intensivo, começou a surgir uma industria em crescimento destinada á reparação de iPhone. Neste artigo uma loja parceira do techenet de reparação de iPhone compilou algumas reparações mais comuns e a forma como são efetuadas.

Ecrã partido

Uma dor de cabeça frequente é a quebra do ecrã do iPhone. Como os equipamentos são cada vez mais finos parece que escorregam da mão com uma facilidade incrível. Comparado com um Nokia 3310 é fácil perceber porque era raro um ecrã partir-se nesse tempo. A substituição do ecrã do iPhone é uma tarefa que deve ser apenas executada por técnicos especializados. Na imagem abaixo vemos a forma como o ecrã do iPhone 6 está conectado á Motherboard. Possui um cabo flex com vários contactos microscópicos em que, basta haver um deles desviado 1mm do sitio onde deveria estar, e já poderá ter um funcionamento deficitário do seu LCD.

Reparação ecrã iphone

Bateria Viciada

A bateria é outro dos aspetos frequentes que preocupa os utilizadores dos smartphones da Apple. Apesar de todos ouvirmos dizer que as novas baterias “não viciam”, a verdade é que todas as baterias têm um tempo de vida limitado. Nenhuma bateria dura para sempre, vai perdendo capacidade de carga ao longo do tempo. Assim, não é de estranhar que haja a necessidade de a substituir se o seu iPhone já tiver alguns anos. Ao contrário da maioria dos smartphones do mercado, a bateria do iPhone não está acessível com facilidade. Num Samsung costuma bastar remover a tampa traseira do equipamento e a bateria fica acessível. Num iPhone é necessário proceder á sua abertura, e, dependendo do modelo, pode ser preciso desmontar algumas peças até chegar a ela. Em baixo temos um exemplo da bateria do iPhone 6 que se situa por trás do ecrã. Assim, é necessário remover o ecrã para poder proceder á substituição da bateria. O preço da substituição da bateria do iPhone não costuma ser dispendioso pelo que, não vale a pena andar a carregar o seu equipamento 2 ou 3 vezes por dia, devido à perda de capacidade da bateria. Ainda sobre esta reparação, outro aspecto relevante que importa referir, é que a bateria está colada á estrutura do iPhone por intermédio de duas fitas com cola muito forte. A sua remoção, sem danificar o equipamento, deve ser realizada por técnicos credenciados.

Reparação bateria iphone

Porta de carregamento

Este é outro dos problemas que pode assolar os utilizadores de iPhone: quando o equipamento deixa de carregar. Curiosamente esta avaria, muitas vezes, tem uma resolução muito simples. Como o iPhone anda com frequência nos bolsos ou dentro de malas vai ganhando alguma sujidade que entram para o interior da porta de carregamento. Esta sujidade, com o tempo, pode fazer com que o cabo ao ser ligado, não faça correctamente contacto e assim não fique a carregar. A resolução deste problema pode ser tão simples como, utilizando um palito, suavemente, tentar arrastar para fora a sujidade que possa haver no interior da porta.

Conclusão

Estes são alguns exemplos de avarias que podem fazer com que o seu iPhone necessite de uma reparação. Apesar de haver muitas lojas de reparação de Smartphones, recomendados sempre que escolha uma que ofereça garantia e lhe transmita confiança.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *