Notícias

Morreu Chantek: O orangotango que sabia língua gestual


Chegam hoje notícias de que Chantek – o primeiro orangotango a aprender língua gestual – morreu com 39 anos. Este especial primata chegou mesmo a ser estrela de televisão, no documentário “The Ape Who Went to College”. 

A sua “casa” durante vários anos foi no Jardim Zoológico de Atlanta, nos Estados Unidos. Chantek ficou conhecido não só por ter aprendido língua gestual. O primata tinha grande gosto em manter o seu quarto arrumado e limpo!

Este especial orangotango até sabia as direcções para o seu restaurante favorito!

Desde cedo se sabia que este não seria um primata qualquer, pois o seu treinador criou Chantek como se de um filho trata-se. Ensinando-o a comunicar com os humanos através de língua gestual. De acordo com um comunicado emitido pelo Zoo, o orangotango estava já há algum tempo a receber tratamento para problemas cardíacos.

“O Chantek vai deixar muitas saudades à sua família aqui no Zoo de Atlanta. Ele tinha uma personalidade única e comunicativa, com uma forma especial de interagir e comunicar com aqueles que o conheciam melhor.”, disse Hayley Murphy – Vice Presidente da divisão de animais do Zoo.

Chantek era já um dos orangotangos mais velhos em toda a América do Norte, nascido no Yerkes Regional Primate Research Center em Atlanta. Pouco tempo depois do seu nascimento, foi entregue aos cuidados do antropologista Lyn Miles, com quem viveu durante 9 anos.

Língua gestual orangotango

Para além de Chantek, outros primatas que se tornaram famosos devido às suas capacidades de comunicação. Incluindo Koko (um gorila) e Washoe (uma fêmea chimpanzé).

Depois de ter sido transferido para o Zoológico de Atlanta em 1977, diz-se que mesmo com a mudança Chantek continuou a utilizar a língua gestual com grande frequência para comunicar com os seus tratadores. No entanto, o orangotango sempre revelou altos níveis de timidez. Apenas se sentindo confortável em comunicar através da língua gestual com pessoas que já haviam conquistado a sua confiança.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *