Barack Obama racismo Notícias

Tweet de Obama é o mais popular da história do Twitter!


O antigo presidente dos Estados Unidos – Barack Obama – recorreu à sua conta oficial no Twitter para comentar os acontecimentos de violência em Charlottesville no passado fim de semana. O seu comentário aos terríveis acontecimentos relacionados com racismo rapidamente se tornou viral. Tornando-se no mais popular tweet de toda a história da rede social.

“No one is born hating another person because of the color of his skin or his background or his religion…”, publicou Barack Obama no Twitter.

Durante o fim de semana, Obama citou por várias vezes o antigo presidente da África do Sul, Nelson Mandela. Nesta específica publicação, refere que ninguém nasce já com ódio por qualquer outra pessoa, independentemente da sua cor, historial ou religião.

Actualmente este tweet já conta com quase 3,5 milhões de “gostos”, recebeu mais de 50 mil comentários e foi re-publicado mais de 1,3 milhões de vezes!

De acordo com um representante do Twitter em entrevista ao site Mashable, o tweet de Obama já conquistou a primeira posição na lista de publicações com mais “gostos”. Ocupando a 5ª posição na lista de mais re-publicações. Até agora, o tweet de Ariana Grande após a tragédia de Manchester ocupava a primeira posição. No que respeita a re-publicações, continua a cómica publicação do norte americano Carter Wilkerson, que conseguiu 1 ano de nuggets gratuitos.

— Smartphone sem margens? Não precisas quebrar o mealheiro! —

Desde que abandonou o cargo de presidente dos Estados Unidos, Barack Obama tem-se mantido bastante afastado das redes sociais. Intervindo apenas quando surgem notícias de grande impacto mundial. Tal como aconteceu na altura do ataque terrorista em Manchester, Reino Unido.

Outro factor que tem criado grande polémica nos Estados Unidos é a grande discrepância entre as publicações de Obama e as do actual presidente, Donald Trump. Mas sejamos sinceros, polémicas que a involver as “dúbias” opções de Trump já não são novidade para ninguém…


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *