Rede Wi-Fi Desprotegida? Veja Dicas Simples para Aumentar sua Segurança

Toda segurança é pouca quando falamos sobre a rede de internet, capaz de conectar o mundo todo em questão de segundos. Por isso, é preciso tomar muito cuidado na hora de navegar na web.

Apesar disso, poucas pessoas se lembram de proteger sua rede Wi-Fi. É comum haver brechas de segurança nos roteadores (router) por falta de conhecimento do próprio utilizador.

Isso é um prato cheio para pessoas mal intencionadas que buscam desde um simples “roubo” de internet — que pode deixar sua conexão mais lenta — até situações mais graves, como espionar dados, informações e arquivos pessoais ou ainda inserir conteúdos perigosos e maliciosos no seu sistema.

Pensando nisso, separamos 7 dicas simples e indispensáveis para ajudar a proteger sua rede Wi-Fi e aumentar a segurança. Confira!

Evite o Assistente Fácil

Assistente de instalação fácil do roteador não garante segurança

Na tentativa de facilitar a instalação e o uso dos roteadores, muitos fabricantes lançaram um “assistente fácil”, onde basta apertar um botão e o utilizador fica imediatamente conectado.

Contudo, dessa forma são instaladas configurações e senhas padrão, que facilitam a invasão do sistema, tornando o aparelho vulnerável.

Alterar Credenciais de Login

Também na tentativa de facilitar o primeiro uso do roteador, muitos fabricantes possuem credenciais de login e senha padrão para acessar (aceder) o administrador do equipamento.

Dessa forma, qualquer um pode entrar nessa página e alterar as configurações do aparelho.

Então, é melhor mudar as credenciais para algo diferente e difícil de ser desvendado.

Alterar Nome da Rede para aumentar a segurança

Nomes de rede Wi-Fi

Em geral, os fabricantes possuem um padrão comum para nomear as redes, revelando, muitas vezes, a marca e modelo do seu roteador (router). Tornando as coisas ainda mais fáceis para o invasor.

Desative o Acesso Remoto

O acesso das configurações do aparelho Wi-Fi de forma remota pode ser útil para empresas ou para permitir que um técnico modifique as configurações pela internet.

Contudo, esse recurso não é recomendado para uso doméstico. Afinal, os invasores podem ter o acesso facilitado ao seu equipamento de qualquer parte do mundo.

Conexão Criptografada

Conexão criptografada WPA2 aumenta a segurança

Dê preferência às conexões WPA ou WPA2, que são criptografadas. Neste caso, são as configurações da senha de acesso à internet que você digita no computador ou smartphone para utilizar a rede.

Manter o Roteador Atualizado

As atualizações, além de melhorarem o funcionamento do aparelho, também ajudam a proteger o seu dispositivo, seja ele um computador, smartphone ou roteador.

Proteja Todos os Dispositivos

Celular com antivírus é uma garantia de segurança

Por fim, é muito importante estar atento à proteção de todos os dispositivos que se conectam à rede, uma vez que também podem abrir uma brecha para possíveis invasões.

Então, é essencial possuir o melhor antivírus para celular/telemóvel e para o computador, que irá auxiliar na proteção para que seus arquivos e dados pessoais permaneçam intactos.

Gostou das dicas para proteger sua rede Wi-Fi? Deixe sua opinião nos comentários!

Imagens: TecMundo, O Sul, Tetera Consultoria, Yeeply.

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.