CrossRAT: O novo vírus que ameaça Windows, macOS e Linux

CrossRAT: O novo vírus que ameaça Windows, macOS e Linux

Todo mundo que acessa a internet sabe que é extremamente difícil navegar pela web sem esbarrar em algum tipo de novo vírus. O mais recente deles, o CrossRAT, foi descoberto faz pouco tempo e já se mostra uma ameaça perigosa.

Além do malware possuir características de espionagem, ele promete afetar computadores que utilizem Windows, macOS, Linux e até o Solaris, sistema operacional da Oracle.




Como opera o CrossRAT?

O CrossRAT funciona como uma porta de entrada para hackers mal intencionados utilizarem sua máquina sem autorização. O vírus pode ser encontrado em diversos ambientes virtuais que consideramos seguros, como grupos do Facebook e WhatsApp.

Geralmente está inserido em URLs maliciosas, que são compartilhadas sem restrições pela web.

Ao entrar em contato com o seu computador, o CrossRAT já faz uma varredura completa do sistema. Consegue, inclusive, instalar versões específicas do programa seguindo o modelo de cada software.

CrossRAT - Tecla de perigo na internet

Assim, o trojan possibilita que o cibercriminoso envie comandos ao computador, de maneira remota. Dessa forma, consegue ativar o modo de espionagem e pode realizar diversas atividades na sua máquina.

Através do CrossRAT, o hacker é capaz de tirar prints da sua tela, manipular arquivos e executar programas.

Além disso, pesquisadores descobriram que o vírus possui um keylogger embutido, um software que grava tudo o que é digitado no computador. No entanto, não foi possível ativar essa ferramenta, o que gera dúvidas sobre sua capacidade.

Vulnerabilidade dos sistemas operativos/operacionais

Sistema Linux, macOS e Windows

Alguns sistemas são mais vulneráveis ao CrossRAT do que outros, como é o caso do Windows e do Linux. Uma vez que incluem por defeito uma versão pré-instalada da plataforma Java, que é exatamente o programa usado para construir o vírus.

Já para quem utiliza o macOS a vulnerabilidade só existirá caso façam a instalação do programa Java nas suas máquinas.

Como se proteger do CrossRAT?

Como se proteger do CrossRAT?

Como a maioria dos Utilizadores/usuários sabem, não existem segredos para manter o computador livre de ameaças. O primeiro passo é sempre ter um antivírus instalado na sua máquina e, de preferência, mantê-lo atualizado.

O Software Internet Security, da Bitdefender, é perfeito para deixar o seu sistema protegido!

O programa utiliza inteligência artificial para detectar novas ameaças, sendo capaz de encontrar os malwares escondidos em sua máquina. A solução conta ainda com defesas avançadas para monitorar todos os seus arquivos.

Outra dica é evitar abrir links desconhecidos, principalmente nas redes sociais ou grupos que envolvam muitos usuários.

Por último, sempre que possível, confirme com o remetente sobre o que se trata determinada URL, assim é possível ficar longe de ameaças!

E você, ainda tem dúvidas sobre essa nova ameaça que ronda a internet? Deixe um comentário!

Imagens: Univision.com, Revista PEGN, YouTube, CPO Magazine.

*Este artigo foi editado com o Samsung Galaxy Note 8, um smartphone que é uma verdadeira ferramenta de produtividade.

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.