Destaques, Internet

Google responde a sismo no Japão com localizador de pessoas


O maior sismo da história do Japão atingiu hoje o arquipélago nipónico com uma violência de 8.9 na escala de Richter, seguido de um tsunami que devastou a costa nordeste. A Google.org criou uma página de resposta à crise com informação a partir do terreno e um localizador de pessoas.

Na página disponibilizada pela Google.org é possível conhecer os boletins oficiais sobre o desastre e informação disponibilizada pelos serviços de emergência japoneses, mas a empresa vai mais longe do que a mera disponibilização de informação e a recolha de vídeos de amadores.

A exemplo do que já tinha acontecido com outros desastres naturais, como o terramoto do Haiti ou o tremor de terra da Nova Zelândia, ou durante a revolução egípcia, a Google.org disponibilizou uma base de dados para procurar informações sobre pessoas que já contava com 16300 entradas, número que está em constante atualização. Aqui, qualquer um pode procurar ou dar informações sobre pessoas que possam ter sido atingidas pela catástrofe.

Apesar da utilidade deste serviço, a Google.org chama a atenção para o fato de não rever nem verificar os dados introduzidos.

A página de resposta à crise colocada online pela Google.org tem ainda um mapa interativo sobre o desastre, as últimas notícias e links para os serviços que gerem as infraestruturas básicas do Japão.


7 comentários em Google responde a sismo no Japão com localizador de pessoas

  1. Marcio Ly

    Está atitude contribui para aumentar o valor da marca e posicionar ela no topo da lista das marcas mais valiosas. Em 2010 ocupava o 2º lugar. Veja o que disse a Agencia que analisa os resultados:

    Os três primeiros meses já serviram para colocar o Google no topo das marcas mais bem avaliadas do mundo em 2011, com US$ 44,3 bilhões. O resultado consta em ranking publicado nesta segunda-feira pela consultoria BrandFinance e divulgado pela agência Efe.

    A consultoria atribui a melhora do Google – que ocupou o 2º lugar em 2010 – às iniciativas humanitárias que ampliaram a percepção da marca, como o apoio ao resgate após os terremotos do Japão e Nova Zelândia.

    Ainda disse que as cinco primeiras posições são ocupados por empresas de tecnologia.

  2. Marcello

    O Google hoje é mais do que apenas um site de busca, seus executivos tem uma visão de mercado abrangente e eles procuram se antecipar a quase tudo e vão incorporando a cada dia novas funciuonalidades a sua “marca”, pense em alguma coisa que pode ser feita na internet e o google está lá e assim cada dia mais aumenta seu faturamento em publicidades com as novas midias e por isso creio que mais de 95% das pessoas quando procuram alguma informação vão ao Google e não ao Yahoo ou Bing por exemplo.

  3. Marcio Ly

    E o Google fazendo a sua parte assim como outras empresas espalhadas pelo mundo que também contribuem quando ocorre desastres como este que jamais imaginamos ver um dia.

  4. Rodrigo

    Essa é uma boa o Google tomou uma iniciativa que irá ajudar pessoas que estao no Brasil a ter noticias de seus parentes no Japao, tenho primos la, eu gostaria de ter informaçoes deles.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *