Gadgets

7 melhores gadgets de 2011


Gadgets para o sapatinho

 

Se pudéssemos, pediamos que nos pusessem todos estes gadgets no sapatinho. São aqueles que a equipa do Tech&Net elegeu como os melhores de 2011. Conheça a lista:

 

1. Samsung Galaxy SII

análise techenetO Samsung Galaxy SII é o smartphone do momento. Poderoso e funcional, este foi o modelo que tornou a marca coreana no maior fabricante de smartphones do mundo.

Lançado no Mobile World Congress, chegou ao mercado na primavera e tornou-se instantaneamente um sucesso de vendas a nível mundial.

A sua tela/ecrã com a tecnologia Super Amoled Plus tornam-no no smartphone com melhor qualidade de imagem de todos os que existem neste mercado cada vez mais competitivo, a que se aliam o poder do processador e o ser multitarefa.

2. Chromebook

chromebook foi apresentado

Não é um computador, mas parece um computador. Foi assim que começámos o artigo em que anunciávamos o novo produto lançado pela Google. O Chromebook promete revolucionar o mercado dos laptop e por isso o incluímos nesta listagem de melhores gadgets do ano.

O Chromebook é um laptop sem SO e que não guarda ficheiros, tudo se passando na nuvem. Quando abre leva-nos diretamente para o browser e é através dele que podemos trabalhar, por intermédio dos milhares de apps disponíveis na Chrome Store. Tem um senão. Exige que estejamos conetados à net sempre que precisamos de o utilizar.

3. iPhone 4S

O novo smartphone da Apple foi um produto de desejo dos consumidores durante grande parte do ano, que esperavam uma versão 5.

O que a companhia da maçã trouxe foi uma atualização do iPhone 4, o iPhone 4S e as primeiras reações não foram as melhores. Mas a verdade é que o iPhone 4S foi o produto da Apple com maior venda de sempre nos primeiros dias de comercialização. O assistente pessoal Siry foi um dos grandes responsáveis por este sucesso, pena é que ainda só reconheça o inglês.

4. Samsung Galaxy Tab 10.1

A Samsung apostou definitivamente num combate com a Apple, criando produtos que se equiparam (e muitas vezes batem) os gadgets da empresa de Cupertino. É o caso do tablet Galaxy Tab de 10.1 polegadas.

É o mais fino e o mais leve do mercado e um dos mais potentes, utilizando todos os recursos do SO Android. A grande diferença para o iPad 2 é o suportar multi-tarefas. E essa é uma matéria que pode fazer toda a diferença na hora de se decidir a comprar um tablet.

Não é por acaso que a Apple tem feito uma guerra judicial para evitar que o Samsung Galaxy Tab possa chegar aos consumidores. Este é o melhor tablet no mercado, conforme comprovámos na análise que fizemos. E a Samsung já anunciou que será um dos primeiros aparelhos em que será possível a atualização do SO para o novo Android, o Ice Cream Sandwich.

5. Lytro

câmeraA Lytro é uma câmera fotográfica inovadora que começou agora a ser comercializada. E é inovadora porque utiliza uma tecnologia de captação de imagem completamente diferente de todas as outras câmeras existentes até agora, o que permite que a focagem da fotografia possa ser feita depois da captação da imagem.

O conceito ganhou forma num trabalho académico de um estudante inglês e ganhou forma já neste outono, sendo já possível comprar o aparelho. A Lytro permite-lhe alterar os pontos de focagem já depois de tirada a fotografia porque não perde nenhuma informação.

6. Asus Eee Pad Transformer

Há gadgets que conseguem conciliar o melhor de dois mundos. É o caso do Eee Pad Transformer da Asus, um tablet de 10.1 polegadas que se transforma num portátil com teclado completo. E o melhor é que não se trata de um acessório, uma vez que esse é mesmo o conceito do Eee Pad.

O tablet da Asus traz um teclado completo que no momento em que quiser é acoplado ao tablet, tornando-o assim num verdadeiro portátil.

O Asus Eee Pad Transformer tem a tecnologia de ponta dos tablet, com processador Tegra 2 e quando se transforma num portátil fica com 16 horas de autonomia. E isto porque o teclado é também uma estação de ancoragem, que incorpora ainda duas portas USB e um leitor de cartões USB.

7. LG 3D

A LG apostou na tridimensionalidade para tornar o seu smartphone um aparelho único no mercado mundial. Bastava a câmera e tela/ecrã 3D para este já ser um aparelho diferente de todos os outros, mas a verdade é que a companhia sul-coreana não se limitou a incorporar o 3D. Fê-lo de maneira a que a experiência do usuário fosse a melhor possível.

O smartphone 3D da LG (Optimus em todo o mundo e Maximo em Portugal) consegue ser muito bom naquilo que o diferencia e é um aparelho potente, mas que ainda não suporta o Android Gingerbread.

 

 

[/vc_column_text]


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *