Futuro hoje, Tecnologia

VIA anuncia primeira board pico-ITX com suporte quad core


Devido ao duelo de titãs travado entre Intel, AMD no campo dos computadores pessoais, é por vezes renegado para segundo plano outros fabricantes de componentes com uma longa tradição. A VIA é uma dessas empresas, e recentemente lançou uma board que promete inovar em sectores fulcrais da nossa sociedade.

A VIA apresentou a sua nova board com designação EPIA-P910. Esta placa oferece praticamente o mesmo poder de processamento que vemos nos PCs actuais mas num formato pico-ITX. Este “músculo” é conseguido graças ao suporte de um processador Quad-core E-Series (1 Ghz) também fabricado pela VIA. No campo do processamento gráfico a VIA garante suporte das mais recentes tecnologias do Microsoft DirectX 11, e suporte para renderização de vídeo 3D.

A compatibilidade com DirectX 11 e o suporte 3D são garantidos através do processador de unidade gráfica Chromotion 5.0 incluída no VIA VX11H MSP (módulo de processamento multimédia) . A saída de imagem deste pequeno prodígio, é assegurada através da norma HDMI 1.4a, VGA, ou LVDS de 24 bits.

A conectividade é assegurada através da inclusão de duas portas USB 3.0 para velocidades de transferências elevadas, dois conectores SATA para ligação de discos para armazenamento e Gigabit Ethernet. Quanto ao suporte de memória RAM esta board suporta até 8GB de módulos combinados com suporte para DDR3 – 1333 MHz. Finalmente a qualidade de som é bastante capaz, devido à inclusão de uma placa de som integrada com suporte HD.

Este modelo mede 10 cm de largura por 7,2 cm de altura, medidas que são praticamente equivalentes ao que encontramos no Cubieboard ou no Raspberry Pi. Contudo, as aplicações e segmentos de mercado são bastante diferentes. Enquanto estes últimos são mais vocacionadas para programadores em sistemas embutidos e/ou curiosos, a placa EPIA-P910 tem como objectivo equipar sistemas presentes de forma geral em hospitais, aeroportos, supermercados, e outras grandes superfícies.

Se pensarmos que os sistemas pico-ITX actuais presentes em alguns supermercados, pouco mais dão do que fazer cálculos, ao olhar para este equipamento da VIA, podemos facilmente perceber a verdadeira revolução que uma solução deste tipo permite. É um equipamento capaz de criar novas oportunidades derivadas do processamento que a partir de agora as grandes superfícies ou instituições poderão ter acesso.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *