Apple, Mobile, Notícias

Apple pretende substituir os fornecedores de chipsets Samsung e Intel pela TSMC


A Apple está a tentar reduzir a dependência de tudo e todos o que estão associados à sua maior ameaça no plano móvel, o Android. Em primeiro lugar acabou a dependência que tinha do Google Maps no iOS. Agora a empresa de Cupertino pretende trocar os seus fornecedor de chipsets pela TSMC.

De acordo com uma peça de investigação jornalística de JT Hsu, um analista do Citigroup, entregue ao jornal “China Ecnonomic News Service”, a Apple pretende estabelecer um negócio bastante lucrativo com a TSMC, uma fabricante de chipsets sediada em Taiwan.

Segundo o que Hsu revelou ao jornal chinês a Apple está em negociações com Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) para fabricar processadores que se encaixem nos próximos iPads, potencialmente um novo produto de Televisão, ou mesmo na linha de portáteis Macbook. Ao que tudo indica o chipset fabricado pela TSMC irá conter o primeiro processador Quad-core desenhado pela Apple.

Lembramos que os Macbooks possuem uma arquitectura baseada em processadores Intel. E ao que parece a Apple quer se afastar da Intel (tudo indica por questões de custo),logo este acordo parece ser também benéfico a nível financeiro não só para a TSMC mas também para a Apple. O acordo ao que tudo indica já está praticamente estabelecido entre as duas empresas contudo faltam ainda acertar alguns pormenores.

De acordo com o analista (citado pelo jornal):

“, a Apple já começou a verificar processo de fabrico de chipsets num formato de 20nm da TSMC, em Agosto deste ano e pode iniciar a produção em Novembro.”

O relatório acrescenta ainda que:

“o iPhone continuará a utilizar um processador dual-core devido ao mérito deste smartphone em registar um baixo consumo de energia.”

A Apple actualmente trabalha com a Samsung Electronics na Coreia do Sul para produzir a série A de chips responsável pelo processamento nos seus iPhone’s, iPad e iPod touch. Embora o acordo entre as duas empresas tem sido rentável ao longo dos últimos anos para os dois, o recente nível de tensão que separa as duas partes obrigou-os a seguir vias diferentes. Lembramos que outros componentes, como módulos flash NAND, também são fabricados pela Samsung, embora não sejam tão críticos ao nível de segredos industriais como é a concepção de um processador.

Talvez mais surpreendente segundo este relatório é o facto da Apple não estar satisfeita com a prestação dos processadores da Intel presente na sua linha de computadores pessoais e querer encontrar uma alternativa. Se assim for e caso se concretiza a mudança, poderá significar um pesadelo para os actuais programadores da plataforma que terão que adaptar as suas aplicações para uma nova arquitectura. Lembramos que a Intel usa uma arquitectura x86 nos seus processadores enquanto a TSMC utiliza uma arquitectura ARM.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *