Gadgets, Tecnologia

Google proibe até o empréstimo dos Google Glass


A história é fácil de contar. Um americano que tinha acabado de receber a indicação que tinha sido selecionado para ser um dos primeiros a ter uns Google Glass a troco de 1.500 dólares resolveu imediatamente fazer um leilão no eBay e o valor da licitação já ia nos 90.000 dólares. Era o que se podia dizer um excelente investimento. Mas depois leu os termos do contrato e rapidamente fechou o leilão. É que a Google não autoriza os usuários a vender ou mesmo a emprestar a versão de teste do seu novo gadget.

A CNN conta que os usuários estão a ser confrontados com uns termos de serviço verdadeiramente draconianos:

“Você não pode revender, emprestar, transferir ou dar o seu dispositivo a qualquer outra pessoa. Se você revender, emprestar, transferir ou dar o seu dispositivo a qualquer outra pessoa sem a autorização do Google, o Google reserva-se o direito de desativar o dispositivo, e nem você nem a pessoa não autorizada usando o dispositivo terá direito a qualquer reembolso, suporte ao produto, ou garantia do produto”, lê-se no contrato que acompanha os Google Glass.

E a verdade é que a companhia norte-americana tem a possibilidade de controlar à distância a utilização do Google Glass, uma vez que o gadget é associado à conta google do usuário e se esta é mudada a empresasabe-o imediatamente e pode desativar os óculos.

A Google não comenta o assunto nem diz se este tipo de condições se aplica apenas à fase de teste, ao chamado Google Glass Explorer Project, ou se será para manter quando o gadget entrar no circuito de distribuição.

E quanto ao americano que os pôs à venda no eBay? Perdeu uma oportunidade para ter um lucro 100 vezes superior ao custo do gadget e agora só espera não ter sido excluido da lista e ser um dos primeiros a ver o mundo de uma nova forma.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *