Internet, Notícias

Estúdios de Hollywood pedem que serviço Mega seja removido da Google


O lançamento do serviço de partilha de Ficheiros Mega, que renasceu das cinzas depois da sua anterior encarnação (MegaUpload), está longe de passar despercebido para os lados de Hollywood. Embora Kim Dotcom afirma que o site seja perfeitamente lega os estúdios da NBC Universal e Warner Bros pediram à Google que remova o Mega dos seus resultados de pesquisa.

Os dois estúdios de cinema enviaram requerimentos sobre a lei DMCA (Digital Millennium Copyright Act) à Google, onde referem que existe conteúdo hospedados no site Mega, da sua propriedade (e protegido por direitos de autor) e apelam à Google que as ocorrências para esses conteúdos sejam removidas do seu motor de busca. Naturalmente, a Google recebe avisos destes quase todos os dias, mas resta saber até que ponto estes pedidos têm fundamento, já que o fundador do mega está confiante da legalidade do seu serviço de partilha de ficheiros.

A NBC Universal e a Warner Bros já tinham requerido anteriormente à Google, para que o gigante deixasse de indexar o Mega.co.nz nas suas pesquisas, mas a realidade é que a página do serviço na verdade não inclui quaisquer links para ficheiros. Contudo, Hollywood parece não desistir, e esta nova investida contra o Mega significa que os estúdios querem limitar ao máximo as ocorrências do serviço na Google, tornando-o irrelevante.

Dotcom por sua vez está a par dos pedidos legais contra o Mega enviado à Google, e como não poderia de ser discorda dos mesmos referindo que existe “um abuso constante de leis que abrangem direitos de autor e um profundo desconhecimento das obrigações DMCA pela indústria de conteúdos, e baseiam-se no pressuposto que a atual administração dos EUA está a proteger este tipo de comportamento”. O fundador do Mega referiu ainda que qualquer ordem jurídica que obrigasse o serviço mega a ser retirado do ar, iria significar a queda derradeira da indústria de conteúdo”. Via Torrent Freak


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *