Ciência

Não conseguimos parar de olhar para este Planeta Cor de Rosa


A Nasa divulgou ontem as fotos da sua mais recente descoberta. O planeta GJ 504B, mas mais conhecido por o Planeta Cor de Rosa e como é difícil parar de olhar para ele.

Mas não é só a sua cor tão diferente que o torna tão especial mas também por ser o planeta que possui a menor massa de todos até agora conhecidos que se encontram a orbitar o sol.

Fica situado a 57 anos-luz da Terra, é um pouco mais quente do que o sol e é pouco visível a olho nu, na constelação de Virgem. O seu sistema estelar é relativamente jovem em cerca de 160 milhões anos de idade. (Para efeitos de comparação, o sistema da Terra é de 4,5 bilhões de anos).

No que toca á questão de haver vida, é praticamente nula, uma vez que está situado numa zona que vai muito além de zona habitável do sistema. De acordo com os investigadores, estima-se que a sua temperatura seja 460 graus Fahrenheit (237 graus Celsius).

Ele foi encontrado graças a uma técnica designada por imagem directa, o que significa que a imagem que está a visualizar é realmente como ele é efectivamente. Foi encontrado por astrônomos da SEEDS (Strategic Explorations of Exoplanets and Disks) e foi captado pelo telescópio Subaru que se encontra no Havai.
we-cant-stop-staring-at-this-new-glowing-pink-planet

A maioria dos planetas que são descobertos, são descobertos graças a existência de técnicas indirectas, tais como monitorizar a luz emitida pela sua estrela hospedeira e o processo de imagem directa, que é importante para a descoberta de planetas que estão mais longe da sua estrela hospedeira. Este método também oferece uma riqueza de informações sobre o planeta, incluindo a luminosidade, temperatura, atmosfera e órbita. De acordo com a SEEDS este planeta cor de rosa é 4 vezes mais maciço, mas semelhante em tamanho a Júpiter.

O estudo sobre este planeta tão bonito será publicado no jornal The Astrophysical Journal.


1 comentário em Não conseguimos parar de olhar para este Planeta Cor de Rosa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *