Tecnologia

WiFlux quer trazer energia portátil sem fios do tamanho de um cartão de crédito



Se você está à procura de uma bateria extra para os seus dispositivos, mas necessita que a mesma possua um design pequeno e fino para atender às suas necessidades, a nova solução designada pelo projecto WiFlux, pode ser a solução indicada para si.

WiFlux é um projecto que tem como objectivo permitir que se possa efectuar carregamentos em qualquer smartphone (tablet) através de um dispositivo com um formato idêntico a um cartão de crédito, que por sua vez efectua o dito carregamento sem existir a necessidade de uma conexão física (através de cabo) ao seu smartphone. Basicamente trata-se de um pequeno cartão, muito fino (72mm x 55 mm x 5,5 mm) e dotado de tecnologia sem fios.

Através desta nova tecnologia sem fios, basta colocar o seu smartphone junto do cartão “mágico” é de imediato o seu dispositivo fica carregado. Esqueça os velhos cabos usb, esta tecnologia é o Futuro.

Esta maravilha foi conseguida através integração de uma bobina indutiva, por sinal bastante fina e com circuitos de carregamento que medem apenas 5mm de espessura. Os seus criadores explicam: “A fim de acompanhar o ritmo de consumo de energia moderna, muitos recorrem a levar pacotes de energia adicionais, num esforço para permanecer conectado neste mundo sem fio. Carregamento portátil desta forma parece ser a idade da pedra, especialmente quando o carregamento sem fio e as baterias de polímero de lítio ultras finas já são uma realidade.

Contudo nem tudo são facilidades, Raffi Ismail, criador deste projecto está neste momento a pedir US $ 100.000 (100 mil dólares) em financiamento no site Indiegogo, para que o mesmo possa começar a produzir esta nova tecnologia.
Se você acha que este projecto é algo com que você poderia beneficiar, visite o site Indiegogo e ajude o WiFlux a se tornar uma realidade.

Na minha modesta opinião esta tecnologia é de facto bastante interessante, mas não sei se o seu custo final compense a não utilização dos cabos. Pois como é natural este cartão “mágico” deve ser bem mais caro que um simples cabo. Será que compensará?


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *