Game Boy 25 anos Nintendo Jogos

Game Boy original da Nintendo faz hoje 25 anos



À exactamente 25 anos, no dia 21 de Abril de 1989, foi lançado no mercado japonês o primeiro Game Boy de todos os tempos. A primeira consola portátil da Nintendo parecia um “pequeno” tijolo que oferecia aos utilizadores gráficos com grandes pixels numa escala de tons cinzentos e um fundo esverdeado. Esta não era uma consola poderosa, mas foi o impulso necessário para dar inicio a uma nova era no mundo dos vídeo jogos.

O Game Boy não foi o primeiro dispositivo de jogos portátil a ser lançado no mercado mas, foi sem dúvida o primeiro que conseguiu ganhar a atenção dos utilizadores a nível mundial. Três simples factores ajudaram bastante a que esta consola lendária ganha-se um sucesso quase imediato. O seu nome era extremamente fácil de memorizar, o esquema utilizado nos seus controlos fazia relembrar bastante o utilizado no comando da NES (Nintendo Entertainment System) e acima de tudo, a Nintendo era já nessa época uma marca em que os utilizadores depositavam grande confiança.

Aquando do seu lançamento nos Estados Unidos, a empresa nipónica decidiu substituir o jogo Super Mario pelo clássico Tetris como jogo de iniciação para quem comprava a consola. Desde o primeiro Game Boy, até aos dias de hoje, podemos encontrar várias edições mais modernas que permitiram a esta linhagem triunfar ao longo de tantos anos.

Desde o lançamento do Game Boy original em 1989, a Nintendo lançou no mercado novas edições da consola, apresentando modelos mais pequenos (Game Boy Pocket), modelos com ecrã a cores (Game Boy Color) e modelos ainda mais sofisticados que ofereciam uma experiência de jogo cada vez mais avançada (Game Boy Advance).

article-0-1CB5DE9E00000578-72_964x1158

A longa era de triunfo do Game Boy viu o seu final quando a Nintendo introduziu a nova Nintendo DS ao mundo, desde que esta nova consola chegou aos mercados que o Game Boy viu-se relegado para um plano de fundo. No entanto, esta será sempre a consola portátil que marcou não só uma geração, mas também a própria evolução dos vídeo jogos.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *