Redes sociais

Facebook anuncia mudanças no feed de notícias para combater os “clickbaits”


O Facebook anunciou nesta segunda-feira (25) que tem novos planos para limitar o desempenho de posts conhecidos como clickbait (“iscas de cliques”, em tradução literal), que acabam por viralizar na rede e ter muitos acessos justamente por não deixar claro para o leitor qual o real conteúdo da informação partilhada.

A medida pretende coibir o a proliferação de posts com chamadas como, por exemplo, “Você não vai acreditar no quê este bebê fez!”, cada vez mais comuns nos feeds de notícias e que acabam por “fisgar” a atenção dos utilizadores apenas por despertar a natural curiosidade do leitor, gerando muitos acessos e compartilhamentos.

O problema é que, segundo do equipe de Mark Zuckerberg, na maioria dos casos, o artigo não corresponde às expectativas, o que resulta numa experiência negativa para quem utiliza o serviço.

clickbait facebook | TecheNet | a Menina Digital

Na prática, para determinar se o artigo é realmente válido e não apenas mais um “clickbait”, o Facebook terá com base dois parâmetros: o tempo que o utilizador gasta lendo o artigo (indicando a relevância do post do ponto de vista do utilizador) e a quantidade de cliques em comparação a de likes, comentários e compartilhamentos.

Publicações com links ou imagens?

O Facebook anunciou, também, que passará a privilegiar a ferramenta de compartilhamento de links em vez das publicações com uma imagem e um link. Ou seja: entre utilizar uma imagem associada a um link na legenda (como na imagem da esquerda) ou um link colado diretamente na actualização do status (imagem da direita), a segunda passará a ser privilegiada pela rede social.

legenda

De acordo com o Facebook, o segundo modelo de publicação deixa mais claro o conteúdo do post, o que auxilia o utilizador na tomada de decisão na hora do clique. Além do mais, com uma “área clicável” maior, os utilizadores da plataforma em dispositivos móveis terão mais facilidade em acessar o conteúdo sem ter que pressionar um link “escondido” na legenda.

Via Facebook Newsroom


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *