Redes sociais

Facebook usará drones do tamanho de Boeings 747


 

Com o objetivo de expandir o alcance global da internet, o Facebook criou ainda no início deste ano o Connectivity Lab. Comandado por Yael Maguire, o projeto tem a missão de levar internet aos locais mais isolados do mundo, onde há pouco ou nenhum contato com os meios digitais, tudo através de drones do tamanho de Boeings 747.  A fase de testes tem inicio previsto para 2015.

Durante o Social Good Summit, evento promovido nesta semana pelo Mashable, Yael Maguire apresentou ao público alguns detalhes sobre a novidade, deixando claro que, para a rede social, pensar pequeno é algo fora de questão. A começar pelo drone responsável por levar internet aos lugares mais longínquos, os quais Yael prefere chamar de “avião”, visto que a ideia do Facebook é colocar no ar dispositivos do tamanho de um Boeing 747.

Yael Maguire (à esquerda), diretor de engenharia da Facebook Conectividade Lab, fala CEO Pete Cashmore Mashable na Cimeira Social de Bom em 23 de setembro de 2014.

Yael Maguire (à esquerda), diretor de engenharia do Facebook Conectividade Lab, fala sobre o projeto no Social Good Summit.

Ainda segundo Yael Maguire, o Facebook pretende que os aviões permaneçam no ar durante meses consecutivos, “ou talvez anos”. Para tanto, será necessário utilizar energia solar e produzir máquinas leves. Para se ter uma ideia, um único controlador seria responsável por cerca de 100 desses drones, que voariam a uma altitude entre 60 mil e 90 mil pés.

Embora a empresa pretenda lançar, já no próximo ano, o primeiro avião que sobrevoará os Estados Unidos para a realização dos testes iniciais, a rede social teria identificado 21 países na América Latina, África e Ásia como seus focos principais. Os dispositivos com internet só devem ir ao ar em definitivo daqui a três ou cinco anos, sendo que o próprio Yael reconhece que esta é “uma previsão otimista”.

Vale lembrar que o Google também tem trabalhado em algo semelhante: o Projeto Loon pretende utilizar balões de gás hélio para levar internet sem fio aos confins do mundo.

Via Olhar Digital


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *