bosch portugal Negócios

Grupo Bosch investe 35 milhões em I&D


Em 2015, o Grupo Bosch investiu 35 milhões de euros em Portugal, tendo como foco os centros de I&D em Aveiro e Braga, e a expansão das três unidades de produção da empresa no país, como parte essencial da sua estratégia de crescimento no país. Nos seus centros de I&D em Aveiro e Braga, a empresa emprega cerca de 400 engenheiros dedicados ao desenvolvimento de soluções inovadoras.

A unidade da Bosch em Aveiro é o centro de competências mundial para soluções de água quente na área de Termotecnologia. Nesta localização são desenvolvidas e produzidas caldeiras, bombas de calor e esquentadores e, em meados de 2016, será inaugurado o segundo edifício de I&D, que representa um investimento de 25 milhões de euros até 2020. Aqui, serão desenvolvidas tecnologias para casas mais sustentáveis e focadas, essencialmente, na conectividade, eficiência energética e redução das emissões.

Em Braga, mais de 200 engenheiros estão a trabalhar no desenvolvimento e produção de soluções inovadoras de multimédia automóvel, tais como head-up displays, sensores de gestos e sensores táteis para melhorar o interface homem-máquina (HMI) em novos sistemas de informação e entretenimento. Mais recentemente, a Bosch em Braga começou a desenvolver sensores de ângulo de direção para o controlo de estabilidade eletrónico do carro (ESP). Para além disso, a equipa desenvolve tecnologias que permitem a comunicação “car-to-car”, aproximando a Bosch da condução totalmente automatizada.

bosch portugal I&DA Bosch em Braga tem, ainda, uma parceria com a Universidade do Minho para impulsionar ainda mais a inovação e apoiar o desenvolvimento da mobilidade do futuro. Na primeira fase, realizada entre 2012 e 2015, o investimento foi de 19 milhões de euros. A segunda fase (entre 2015 e 2018) incluirá um reforço de 55 milhões de euros. Mais de 90 engenheiros serão recrutados pela Bosch em 2016 e 170 investigadores pela Universidade do Minho. No total, mais de 550 engenheiros altamente qualificados irão trabalhar neste projeto.

“Portugal tem dado provas de que tem o que é preciso para ser um local importante de inovação para a Bosch. O país tem grandes talentos, mão-de-obra altamente qualificada e infraestruturas fiáveis”, diz Carlos Ribas. “Ao fornecer mais serviços de I&D ao Grupo Bosch, estamos a reforçar o nosso negócio em Portugal e a abrir novas oportunidades de crescimento.” Mesmo o departamento de I&D recém-criado na Bosch em Ovar, tem vindo a acumular o desenvolvimento mecânico com a capacidade adicional de desenvolvimento de software.

Em 2015, a Bosch criou mais de 250 postos de trabalho altamente qualificados para engenheiros nas suas instalações em Portugal, o que demonstra a confiança na competência dos colaboradores portugueses. A Bosch planeia continuar a recrutar em 2016, especialmente para as suas atividades de I&D em Aveiro, Braga e Ovar. Em 2016, serão recrutados cerca de 150 engenheiros para esta área, que inclui o desenvolvimento de software e aplicações.

Desenvolvimento das áreas de negócio

Em 2015, a área de Soluções de Mobilidade registou um crescimento significativo em Portugal, gerando mais de 55 por cento das vendas da empresa no país. Os sistemas mais inovadores de multimédia automóvel da Bosch são produzidos em Braga e incluem sistemas de navegação, head-up displays, sistemas de instrumentação que apresentam um processo inovador de “optical bonding” para um brilho único. No futuro, a Bosch espera continuar a crescer nesta região, trazendo um impacto positivo para o seu negócio no país.

A área de Tecnologia de Energia e Edifícios gerou cerca de 35 por cento do volume de vendas da empresa em Portugal, com a Bosch Termotecnologia, em Aveiro, a ter um dos seus melhores anos. A empresa viu o seu volume de vendas crescer ainda mais, reforçando assim a sua posição como fornecedor líder em soluções de água quente na Europa. Em 2015, a empresa desenvolveu e lançou o primeiro esquentador, a nível mundial, que comunica com um smartphone ou tablet. É possível controlar este esquentador através de uma aplicação que permite ao utilizador regular a temperatura e monitorizar os consumos. Este novo produto ganhou o prémio Red Dot Award 2015 pelo seu design inovador.

A Bosch Sistemas de Segurança, em Ovar, é a única fabricante de equipamentos de videovigilância na Península Ibérica. Esta divisão também registou um crescimento considerável em 2015 e, para fazer face ao aumento da procura está, atualmente, a expandir as suas instalações de produção.