Facebook anuncia mudanças nos métodos de pesquisa





Na última quinta-feira (2), o Facebook anunciou uma série de modificações nos métodos de pesquisa que visam a melhoria da plataforma. As novidades foram anunciadas por meio de um comunicado emitido pelo diretor de tecnologia da rede social, por Mike Schroepfer. Segundo o comunicado, a empresa explica que além de estar “comprometida em fazer pesquisas para tornar o Facebook melhor”, a rede social quer fazê-las de “maneira mais responsável”.

Estas alterações surgem após um estudo publicado pela própria rede social, ainda no início deste ano, em que afirmava que os utilizadores respondem positivamente a posts positivos de seus amigos – pesquisa que, na altura, não despertou boas reações, obrigando a esquipe do Facebook a adotar novos métodos para a pesquisa.

A partir disso, o serviço anunciou quatro mudanças principais:

  1. Será criado um guia para pesquisadores, indicando os melhores métodos para estudar grupos e populações – incluindo quesitos pessoais, como emoções;
  2. Os estudos realizados pela rede social passarão por uma revisão rigorosa por diversas áreas, como engenharia, termos de privacidade, termos legais e outros;
  3. O treinamento para novos pesquisadores terá duração de seis semanas, tendo, ainda, a realização de uma edição anual para todos os funcionários do Facebook.
  4. Todas as pesquisas realizadas pela plataforma serão divulgadas em um único site.
site dedicado
Research at facebook: site dedicado às pesquisas realizadas pela plataforma

Via Olhar Digital

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.