Preservativo inteligente muda de cor perante uma DST

Preservativo inteligente muda de cor perante uma DST

Um grupo de jovens indianos que não têm mais de 15 anos inventaram um curioso gadget, que poderá ou não ser revolucionário, mas será, com certeza, altamente útil. Trata-se de um preservativo capaz de mudar de cor, se quem o usar tiver uma doença de transmissão sexual (DST). A invenção foi apresentada nos TeenTech Awards, um evento que premeia invenções tecnológicas feitas para adolescentes.

Allí Daanyaal, Muaz Nawaz e Chirag Shah obtiveram grande reconhecimento pela invenção, que poderá facilitar enormemente a detecção deste tipo de doenças.

Em declarações ao jornal “Daily Mail” , os jovens explicaram que queriam criar “algo que consiga detectar doenças sexualmente transmissíveis, de um modo mais seguro que nunca, para que as pessoas possam tomar medidas imediatas sobre a sua intimidade, sem os procedimentos médicos invasivos. Asseguramos de que somos capazes de dar tranquilidade aos seus utilizadores e assegurarmos de que as pessoas podem ser, inclusivamente, mais responsáveis do que já eram”.

Estudantes indianos

O funcionamento do dispositivo é relativamente simples. Os jovens abrangeram uma série estirpes de moléculas num preservativo normal. A estirpe é capaz de reagir ao contacto com as bactérias e vírus, podendo detectar: clamídia (cor verde), herpes (amarelo), papiloma (roxo) e sífilis (azul).

Artigo anteriorPróximo artigo
Paula Pedro Martins
Jornalista, colaboradora em várias publicações, nomeadamente, as revistas “Pais & Filhos” e “Bebé d’Hoje”. Dedica-se também ao guionismo na área do entretenimento televisivo e à escrita para crianças. Foi coordenadora e editora em portais de referência. E é apaixonada por música, cinema e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.