Aplicação porno tira foto em flagrante para extorquir dinheiro

Se tem a app “Adult Player”, mesmo que não o confesse, o melhor é desinstalá-la imediatamente. Os ataques conhecidos como ransomwares exigem dinheiro aos seus utilizadores sob ameaça de publicar informações privadas ou de apagar todos os conteúdos do seu smartphone. Estas aplicações ganharam um novo nível de sofisticação, avisa a empresa de segurança Zscaler . Uma app porno tira uma foto do utilizador “em flagrante” para extorqui-lo posteriormente.

Trata-se de uma aplicação pornográfica maliciosa, denominada “Adult Player”, que capta uma selfie sem que o utilizador dê conta, para depois bloquear o seu telemóvel e exigir um pagamento de 500 dólares para libertar o acesso.

Como o seu próprio nome indica, a aplicação para Android “Adult Player” oferece conteúdos para adultos com o objetivo de atrair utilizadores, mas com uma finalidade bem distinta de lhes proporcionar um momento de relaxamento. É por isso, adverte a empresa de segurança, que não está disponível para download através do Google Play Store.

Durante o processo de instalação, a aplicação maliciosa pede a instalação de um módulo adicional que lhe dá privilégios de administrador e permite que descarregue o malware no telemóvel, um aplicativo que a maioria dos utilizadores aceita sem prestar muita atenção.

Deste modo, a aplicação “Adult Player” também consegue aceder à câmara frontal para tirar uma foto do utilizador sem o seu consentimento, facto que poderá ser muito embaraçoso, dada a natureza da aplicação, e que é usada, então, para extorquir dinheiro.

No entanto, a selfie em flagrante só é usada para dar mais credibilidade à mensagem, que diz que é o FBI quem bloqueia o telemóvel por razões de segurança e que o pagamento da multa é de 500 dólares para que o utilizador volte a ter o controlo do aparelho.

O problema não é tanto o facto de como os utilizadores mais ingénuos procedem quanto ao pagamento do montante, mas o facto de o telemóvel permanecer bloqueado após ser formatado, sendo necessário reiniciar o telemóvel em modo de segurança.

Artigo anteriorPróximo artigo
Paula Pedro Martins
Jornalista, colaboradora em várias publicações, nomeadamente, as revistas “Pais & Filhos” e “Bebé d’Hoje”. Dedica-se também ao guionismo na área do entretenimento televisivo e à escrita para crianças. Foi coordenadora e editora em portais de referência. E é apaixonada por música, cinema e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.