Compras de Natal: Portugueses com cartão de crédito vão gastar 479 euros

Compras de Natal: Portugueses com cartão de crédito vão gastar 479 euros

Em 2018, são menos os portugueses que vão utilizar o cartão de crédito nas suas compras de Natal, menos 7% que em 2017. Ainda assim, os gastos médios em 2018 serão de 479€ face aos 421€ indicados no ano passado. É na região Norte que os valores são mais elevados, podendo ultrapassar os 700€.




O Observador Cetelem Natal inquiriu os portugueses quanto à intenção de utilizar cartões de crédito na época do Natal e do fim de ano. Dos 37% de inquiridos que referem possuir cartão de crédito, 57% indicam que os utilizarão nas suas compras de Natal. Assiste-se a uma subida do valor médio a despender, que este ano deverá ser de 479€ quando em 2017 não ultrapassava 421€.

“O aumento do valor médio que os portugueses pretendem gastar com o cartão de crédito pode significar que os consumidores estão numa posição que lhes permite aumentar os seus índices de consumo, fruto da sua recuperação financeira, bem como de uma maior estabilidade laboral e maior confiança na economia a médio e longo prazo. Contudo é importante continuar a manter uma gestão orçamental cuidada, zelando pela saúde financeira com um nível de consumo responsável e sustentável, sem excessos no que concerne a gastos”, comenta Pedro Camarinha, Diretor de Distribuição do Cetelem.

É na Grande Lisboa onde menos inquiridos referem ter cartão de crédito (28%) e onde se encontra o menor número de pessoas com disponibilidade para efetuar compras de Natal com cartão de crédito, não mais de 33%.

Compras de Natal: Como se dividem os gastos por região?

Relativamente a gastos previstos, no Norte o valor médio chega aos 707€, de longe o mais elevado. No Centro deverá chegar aos 488€ e no Sul aos 417€. Nas grandes cidades, as previsões de gastos com cartão de crédito são mais baixas – 342€ no Porto e 216€ em Lisboa.

Parceiros e Metodologia

O Observador Cetelem Natal 2018 tem por base uma amostra representativa de 600 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os sexos e com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos. A amostra total (600) é representativa da população e está estratificada por distrito, sexo, idade e níveis socioeconómicos e conta com um erro máximo associado de +/- 4.0 pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95%. As entrevistas foram realizadas telefonicamente (CATI), com informação recolhida por intermédio de um questionário estruturado de perguntas fechadas. O trabalho de campo foi realizado 24 a 27 de setembro pela empresa de estudos de mercado Nielsen para o Observador Cetelem.

Veja também:

Sugestões de presentes de Natal da HP

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.