Internet, Sistemas Operativos, Software

Firefox 15.0.1 resolve problema de privacidade


O Firefox mantém-se como um dos browsers mais preocupados com a privacidade dos seus utilizadores. A prova disso foi a proposta pioneira da Mozilla do modo “Do Not Track” que permite que websites não sigam o rasto da navegação de um utilizador. Ironicamente, a versão 15 do firefox foi disponibilizada com um problema de privacidade que agora foi resolvido.

O Firefox foi a par do Chrome o primeiro browser a introduzir a funcionalidade de navegação privada. Esta funcionalidade permite a todos os utilizadores do firefox navegar na web sem deixar qualquer informação no disco dos sites navegados. Isto significa que segundo um artigo da Mozilla , o Firefox neste modo não deve gravar informação relativa a páginas visitadas, formulários, texto introduzido na caixa de procuda, passwords, cookies, items descarregados pelo leitor explicitamente ou implicitamente através de pastas temporárias da internet.

O conteúdo gravado sobretudo em pastas temporárias, consiste em imagens, ficheiros de javascript e outros recursos descarregados automáticamente pelo browser que são necessários para construir e mostrar o conteúdo da página por completo ao utilizador. Estes ficheiros que são guardados e carregados directamente do computador têm como objectivo evitar que sejam descarregados novamente e permitir diminuir o tempo de acesso do utilizador a um ou mais sites.

O problema de segurança na versão 15 do Firefox que motivou o lançamento de uma actualização de correcção, prendeu-se pelo facto de no modo de navegação privada os ficheiros temporários descarregados pelo Firefox, estarem a ser guardados em disco e não em memória. Lembramos que quaisquer dados guardados em memória por uma aplicação se não forem apagados pela mesma, são automaticamente destruídos pelo sistema operativo quando essa aplicação é terminada. Se pelo contrário guardar ficheiros em disco, a aplicação pode se encarregar ou não de os apagar (ou em alternativa o utilizador de forma explícita).

Como parece óbvio para o leitor isto resulta numa total ineficiência do modo de navegação privada, e é uma grava falha de segurança e privacidade. De salientar que este bug embora tenha sido introduzido nas versões do Firefox 15, também afectava a versão 16 (actualmente em beta), e as versões 17 e 18 de desenvolvimento.

É precisamente este “bug” que foi corrigido pela mozilla na versão 15.0.1 (e nas outras versões de desenvolvimento), e a razão principal que aconselhamos os nossos leitores que usam o Firefox para actualizarem assim que possível para esta nova versão. Poderá descarregar esta nova correcção, caso o seu Firefox o permita, no Menu Ajuda > Sobre Firefox. Esta opção irá despoletar o download imediato da nova versão, para instalar terá de carregar em “Aplicar Alterações”. Caso pretenda descarregar manualmente a nova versão siga os links que lhe deixamos abaixo.

Site Oficial: Mozilla Firefox

Download Windows:

Download MacOSX:

Download Linux:


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *