Negócios

Oficial: Microsoft compra divisão mobile da Nokia



É o negócio do ano: A Microsoft e a Nokia anunciaram a aquisição da divisão mobile da companhia finlandesa pelo gigante norte-americano. O acordo terá uma influência significativa no mercado global e vai ser feito em “cash”. A Microsoft vai desembolsar 5,4 bilhões (mil milhões) de dólares.

A Microsoft e a Nokia anunciaram o acordo que vai mexer com os próximos meses da indústria. A compra da divisão mobile da companhia finlandesa pela empresa fundada por Bill Gates foi hoje anunciado. A Microsoft paga 3,79 bilhões (mil milhões) de dólares pela divisão mobile da Nokia e outros 1,65 bilhões (mil milhões) de dólares pelas patentes da Nokia. No total, os finlandeses recebem 5,4 bilhões (mil milhões) de dólares e retiram-se definitivamente de um mercado que já lideraram.

“É um passo ousado em direção ao futuro – uma vitória para os funcionários, acionistas e consumidores de ambas as empresas. Juntar estas duas grandes equipas vai acelerar a quota de mercado e os lucros da Microsoft no segmento dos telefones, e fortalecer as oportunidades globais para a Microsoft e nossos parceiros em toda a nossa família de dispositivos e serviços”, afirma Steve Ballmer a propósito da concretização do negócio, para acrescentar: Além de sua capacidade de inovação e força em telefones em todos os segmentos, a Nokia traz comprovada capacidade e talento em áreas críticas, tais como design de hardware e de engenharia, cadeia de suprimentos e gestão de produção e vendas de hardware, marketing e distribuição”.

Com a aquisição da divisão mobile da Nokia – que deverá ficar concretizada no primeiro trimestre de 2014 – a Microsoft deverá incorporar 32.000 funcionários da Nokia, dos quais 4.700 que trabalham na Finlândia e 18.300 diretamente envolvidos no fabrico, montagem e embalagem de produtos em todo o mundo.

Para a Nokia, este é um importante momento de reinvenção e de uma posição de força financeira, podemos construir nosso próximo capítulo “, disse Risto Siilasmaa, Presidente do Conselho de Administração da Nokia e, após o anúncio de hoje, o CEO interino, uma vez que Stephen Elop abandonou o cargo para não haver conflitos de interesses.” Depois de um avaliação completa de como maximizar o valor para os acionistas, incluindo a consideração de uma variedade de alternativas, acreditamos que esta transação é o melhor caminho a seguir para a Nokia e seus acionistas. Além disso, o acordo oferece oportunidades futuras para muitos funcionários da Nokia, como parte de uma empresa com a estratégia, recursos financeiros e determinação para ter sucesso no espaço móvel.”

A Nokia tem agendada para esta tarde uma conferência de imprensa.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *