internet Segurança

No Dia da Internet Segura 2014 o Facebook divulga dicas de segurança



O Facebook é um dos apoiantes do Dia da Internet Segura 2014, que se celebra hoje. A maior rede social do mundo, aliada a organizações como a Internet Segura, entre muitas outras por todo o mundo, promove uma utilização mais segura das tecnologias, de forma a ajudar todos os utilizadores a manterem-se seguros online.

Nesse sentido, divulga dicas de segurança (imagem abaixo) e apresenta algumas recomendações específicas para pais, da autoria de Natalia Basterrechea – Head of Public Policy Spain & Portugal:

1. Converse com os seus filhos sobre o uso da Internet – Manter conversas sobre segurança e tecnologia de forma regular é essencial. Uma das melhores maneiras de começar a conversa é perguntar por que motivo consideram que as redes sociais, como o Facebook, são importantes. Pode-se até mesmo pedir-lhes para mostrarem como se abre uma conta na plataforma ou outras dicas de utilização que permitam que também passe a conhecer melhor as redes sociais. Além disso, é fundamental dialogar com os seus filhos sobre o tipo de conteúdos que são apropriados para partilhar na rede (e quais não são).

2. Certifique-se de que os amigos dos filhos são amigos “reais” – A política de nomes verdadeiros do Facebook ajuda os adolescentes a identificarem facilmente a quem se estão a conectar. Deve também explicar as seus filhos que não são mais “populares” por terem um maior número de amigos, ficando, por outro lado, mais expostos.

3. Assegure-se de que sabem usar as ferramentas de denúncia – Ninguém deve sofrer em silêncio na plataforma. o Facebook tem muitas ferramentas de denúncia disponíveis no Serviço de Ajuda.

4. Ajude os seus filhos a revisitar as configurações de privacidade – O Facebook oferece muitas ferramentas para gerir bem todos os conteúdos colocados na rede. Por exemplo, há uma configuração específica para menores de 18 anos, que, por defeito, só lhes permite partilhar coisas com seus amigos. Faça perguntas aos seus filhos sobre como configurar a privacidade e sugira-lhes fazer uma revisão das definições juntos regularmente.

5. Certifique-se de que partilham os seus problemas – Na verdade, não precisa de ser especialista em social media para fazer as perguntas certas. Converse com os seus filhos sobre os perigos que enfrentam e a importância de se manterem seguros. E se forem da opinião de que não apropriado terem serem “amigos” no Facebook, não insista – da mesma forma que não insiste em acompanhar os seus filhos a todos os sítios do mundo real. O objetivo dos pais deve ser que os seus filhos confiem em si, sem a necessidade de estarem constantemente a olharem por cima do ombro.

Dicas para ficar seguro (a) no Facebook e online (Inglês)

Facebook-safety-tips-2014-1

Facebook-safety-tips-2014-2


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *