Jogo Online UnLove Jogos

UnLove: O jogo online gratuito que ajuda a prevenir a violência no namoro


A Universidade de Aveiro criou um jogo online gratuito – UnLove – cujo principal objetivo é a sensibilização e prevenção da violência no namoro.

As relações amorosas nem sempre se pautam pelas melhores cundutas e, sem dúvida, a violência é uma triste realidade de muitos relacioamentos. Quase todos os dias os mais diversos meios de comunicação social apresentam relatos de agressões, quer físicas quer psicológicas, entre pessoas que pareciam manter um relacionamento estável. Normalmente associamos esse tipo de situações a pessoas adultas, no entanto os jovens não estão livres dessa realidade e esse tipo de violência também acontece, com alguma frequência, no namoro entre adolescentes.

Com o intuito de ajudar os jovens (e adultos!) a lidar com esse tipo de conflitos, um grupo de estudantes do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro desenvolveu o jogo online UnLove.

UnLove. os utilizadores podem criar avatarsEste jogo didático, completamente gratuito, foi desenvolvido de acordo com acordo com uma lógica de jogo em tempo-real, de base narrativa e “point and click”. O UnLove permite que os jogadores (utilizadores) criem diferentes personagens (avatars), heterosexuais ou homosexuais, com os quais irão experimentar e testemunhar diferentes situações de Violência no Namoro.

Durante o jogo os utilizadores podem interajir com outros jogadores e navegar entre diversos cenários, que simulam diferentes visões e dimensões da violência no namoro.

Neste momento o jogo ainda está em fase de protótipo, mas a Universidade de Aveiro já disponiblizou uma página de demonstração na internet, através da qual é possível fazer o download do jogo, bem como efectuar o registo.

O projeto foi desenvolvido pelos alunos Sara Alexandra Tuna Ramos, Luís Duarte Marieiro Almeida, Luís Miguel Simões Monteiro e Daniela Grácio Santos, na Unidade Curricular de Projeto (perfil Tecnologias de Saúde), da Licenciatura em Novas Tecnologias da Comunicação da Universidade de Aveiro, com a orientação dos professores Ana Margarida Almeida, Hélder Caixinha e Pedro Amado.

O trabalho foi desenvolvido em articulação com o o projeto “Viver direitos / vencer violências – da escola ao espaço público”, um Projeto do MDM (Movimento Democrático de Mulheres), financiado pelo POPH, através da CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género – de apoio técnico e financeiro às Organizações Não Governamentais.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *