Google YouTube Maps Chrome Offline Mobile

Google: Chrome, Maps e YouTube irão ter funcionamento offline


Nos dias de hoje estamos online em praticamente todo o sítio e em qualquer altura do dia, seja em casa, no trabalho, no restaurante ou até mesmo a passear na rua, mas por vezes a internet deixa de funcionar. Muitas das aplicações vulgares que utilizamos no nosso dia-a-dia requerem uma ligação estável à internet para poderem funcionar, o que pode ser bastante frustrante. A Google vai agora mudar este cenário para alguns dos seus produtos, anunciando que as suas aplicações Chrome, Maps e YouTube irão receber suporte para funcionamento offline.

Em breve será possível gravar páginas web para serem vistas quando estiver offline no Google Chrome, não será apenas guardar o texto de uma página tal como é já possível mas sim, guardar páginas completas tal como elas são exibidas quando se encontra online. No entanto, é quase certo que qualquer link presente nessa página não irá estar operacional uma vez que não terá acesso à internet.

Quanto ao YouTube, actualmente já é possível visualizar vídeos em modo offline para os subscritores do serviço YouTube Music Key, mas é bom saber que este tipo de funcionalidade irá ser oferecida de forma gratuita para todos os outros utilizadores da plataforma. Para os utilizadores em geral do YouTube irá ser possível guardar vídeos para serem vistos em modo offline durante um período máximo de 48 horas.

A aplicação do Google Maps já há algum tempo permite guardar mapas para visualização em modo offline, mas com estas novas actualizações todas as funcionalidades disponíveis irão ser melhoradas. Actualmente a opção disponível apenas permite apresentar o mapa gravado sem qualquer informação adicional, com as novas melhorias irá agora poder visualizar inúmeras informações sobre os pontos de interesse presentes no mapa e também utilizar a funcionalidade de navegação turn-by-turn, mesmo que esteja com o seu dispositivo offline.

The Google Shop Londres

As novas funcionalidades offline do YouTube irão ficar disponíveis para todos os utilizadores que tenham pelo menos o Android 4.4 KitKat nos seus dispositivos. Quanto ao Google Maps, as suas funcionalidades deverão chegar a todos os utilizadores a nível global até ao final deste ano. Não existe no entanto qualquer informação sobre quando as funcionalidades offline irão chegar ao Google Chrome, tendo sido apenas informado pela Google que os principais objectivos numa fase inicial será fazer chegar esta funcionalidade a mercados emergentes onde existe um baixo desenvolvimento na rede de internet.

Fonte: SlashGear

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *