Nintendo 3DS no mercado português

Nintendo 3D s 3D, 3DS, consola portátil, Nintendo, Wii

A primeira consola portátil com jogos 3D chega a Portugal a 25 de Março. A Nintendo acaba de anunciar que a 3DS será distribuída por toda a Europa naquela data. A nova consola permite a jogabilidade sem o recurso a óculos especiais.

Publicidade
Loading...

A Nintendo 3DS inclui dois ecrãs: o ecrã tátil e um outro superior que apresenta as imagens a 3D, com possibilidade de regulação de acordo com as preferências de cada utilizador. Na conferência de imprensa que hoje (19.01.11) decorreu em Amsterdão, o director de Marketing e Relações Públicas da Nintendo of Europe, Laurent Fischer, considerou que “da mesma forma que a Wii juntou famílias em todo o mundo, a Nintendo 3DS apelará a uma vasta gama de pessoas”.

Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação.

9 Comentários

  1. O chato é que para cada título têm que se ajustar a tela do produto!

  2. SE não me engano já existe uma TV que não precisa da utilização dos óculos. E, realmente, com a dispensa dos óculos, a jogabilidade fica muito melhor

  3. Com certeza em breve teremos TV, PC e tudo o que for audiovisual em tecnologia 3D sem uso de oculos e só esperar. Aqui no Brasil sempre um pouco mais que em outros lugares…mas acho que um dia isso ainda muda.

  4. SEM O USO DE OCULOS ESPCIAIS , A JOGABILIDADE FICA MUITO MAIS REAL.

  5. É um belo produto, sobretudo por dispensar o uso dos oculos especiais.

  6. Bem, aqui no Brasil, nós nunca esperamos por um lançamento desse tão cedo. Fazer o que, espero que isso logo mude!

  7. A tecnologia nos proporciona cada vez mais possibilidades. E para os aficcionados por games, estes lançamentos são o “must”. Estas facilidades, tal como não necessitar de óculos para 3D, e sensores de movimento, deixam os consoles cada vez mais competitivos, não só entre eles, mas com os micros também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.