Vendas do Wii U decolam em alguns territórios




O Wii U está se recuperando de um início fraco de vendas e começa a acumular bons números em algumas regiões ao redor do mundo.

Os maiores fatores que influenciaram esses números, foram principalmente o corte de preço da versão deluxe (que conta com 32GB de armazenamento interno) para 299.99 dólares e o lançamento do remake HD de The Legend of Zelda: The Wind Waker.

No Reino Unido, a loja online Amazon registrou picos de mais de 800% em aumento de vendas, registros esses, contabilizados em alguns momentos durante alguns dias da última semana, pelo site da loja. Além do console, jogos como New Super Mario Bros. U, ZombiU, Assassin’s Creed III e Monster Hunter 3 Ultimate também apresentaram aumentos exponenciais.

Nos EUA também foram verificados picos de vendas, onde o Wii U alcançou quase 39 mil unidades vendidas algumas semanas, passando a frente por exemplo do PS3. Fato curioso: nos números dos EUA, o Wii (com 9 mil unidades aproximadamente) ficou a frente do  Playstation Vita (com sete mil unidades aproximadamente), o portátil da Sony.

A Nintendo acredita que esses sejam apenas os indícios do que está por vir no fim do ano. Com títulos de peso como Super Mario 3D World, Wii Sports Club, entre outros, a empresa espera elevar esses números as alturas.

Artigo anteriorPróximo artigo
Fabio Oliveira
é formado em Informática e Tecnologia da Informação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Com foco principal no mercado de games também tem grande interesse pela área de tecnologia. Siga-o no Google +

2 Comentários

  1. É bom saber que a Wii U está a voltar ao caminho certo. Penso que é uma consola inovadora, só que infelizmente os estudios de jogos não têm tirado o devido partido dela. Esperemos que a partir de agora isto mude.

    Um grande abraço Fábio! 😉

    1. Verdade Rui, gosto muito do console e espero que seja tão bem sucedido quanto o Wii foi. Aposto no diferencial Nintendo para que isso aconteça. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.