Mobile: Tumblr alcança a receita por visita mais elevada





O Tumblr pode ser o grande trunfo para rentabilizar as plataformas sociais nos dispositivos móveis. Ao menos é neste sentido que aponta o estudo “US Mobile Benchmark Report”, realizado pela Adobe.

De acordo com a pesquisa de mercado, a plataforma de bloggin é responsável pela receita por visita mais elevada do mobile: 2,57 dólares, 39% a mais do valor gerado pelo Facebook. Embora o Pinterest não seja a rede social que gera mais receita por utilizador, é a “mais mobile”, tendo 64% do seu tráfego com origem em dispositivos móveis.

Um alerta deixado pelo estudo da Adobe é o de que, sem um ecrã de grandes dimensões, a quota da Apple na navegação mobile deverá cair. Entretanto, com o recente lançamento do iPhone 6 Plus – com um ecrã de 5,5 polegadas – esta previsão pode acabar por ser invalidada.

Ainda segundo o estudo, os smartphones com ecrãs de grandes dimensões são capazes de gerar maior tráfego, visto que nestes dispositivos a navegação cresceu 132% em termos homólogos, enquanto que nos ecrãs menores – com quatro polegadas ou menos – registou-se um decréscimo de 11%. A navegação nos tablets praticamente estagnou, com uma ligeira variação positiva de 1,8%.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO ESTUDO!

Via Liga.teàMedia

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.