Twitter disponibiliza tradução automática para posts

twitter-tweet-techenet-cassis





É oficial: depois de inúmeras tentativas de implantar um sistema de tradução de posts, o Twitter acaba de incorporar ao microblog o Bing, tradutor da Microsoft. Com isso, agora o utilizador consegue obter uma tradução rápida de uma publicação – que surge logo abaixo da publicação original, já que o Bing identifica automaticamente a linguagem utilizada na tradução e leitura.

Em fase de testes, a partir de agora, um ícone com um globo pode surgir no canto superior direito de tuítes que não estiverem no idioma selecionado pelo utilizador. Nestes casos, ao clicar para os expandir, o texto traduzido será apresentado por baixo da publicação original.

Ativar a funcionalidade é simples, basta ir até as configurações da sua conta e selecionar a caixa “show tweet translations“/”mostrar tradução do tweet” (conforme mostra a imagem abaixo).

twitter-bing-translator-techenet-cassis

Twitter-Bing-Translation-techenet-cassisO recurso está disponível na versão desktop e no TweetDeck, também como para dispositivos iOS e Android. Esta parceria disponibiliza a ferramenta em mais de 40 idiomas. A nova funcionalidade garante a tradução de tuítes entre inglês e línguas como o espanhol, holandês, francês, italiano, japonês e russo.

“Embora o Bing Translator conte com um software de tradução avançada para fornecer traduções de tweets, os resultados ainda variam e geralmente não têm a mesma precisão e fluência das traduções fornecidas por um tradutor profissional”, explica o Twitter na página de suporte ao serviço.

Artigo anteriorPróximo artigo
Cláudia Assis
Jornalista, Assessora de Comunicação e Gestora de Marcas nas redes sociais, Cláudia Assis tenta definir a si mesma como "uma menina multitask". Aquariana [logo vanguardista!] e nômade por natureza, viu a sua vida ser conduzida numa viagem transatlântica rumo a Portugal. O objetivo inicial era um mestrado em Ciências da Comunicação mas, desde então, vive num enamoramento constante com a terra de Pessoa. E, assim como o poeta, ela é também muitas "pessoas". CAssis é uma delas [talvez a mais intensa] e que nada mais é que uma versão 2.0 de si mesma, um alter-ego nas redes sociais. O que “ambas” têm em comum? Falam muito. Sobre tudo e todos. Têm sempre uma opinião a dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.