BQ promove Open Day em Madrid e apresenta novidades

BQ promove Open Day em Madrid





(Madrid) – O fabricante espanhol BQ apresentou hoje em Madrid uma série de novidades, no decorrer do Open Day que juntou jornalistas e parceiros de vários pontos da Europa. Alberto Méndez, o CEO da empresa, subiu ao palco do Teatro Goya para mostrar um novo smartphone, um novo tablet, novas impressoras 3D, um brinquedo inteligente e a primeira investida da BQ na internet das coisas: o Halu.

Perante um auditório cheio, o CEO da BQ demorou uma hora a mostrar todas as novidades do fabricante espanhol. O primeiro artigo era talvez o mais esperado pelo público: O Aquaris X5, com corpo de metal e um preço de entrada em Portugal de 249,90€. O Aquaris X5 é o primeiro smartphone da marca a ter corpo de metal e consegue ter performances superiores em 16 por cento à linha E, mas com características técnicas inferiores aos da gama M. Em declarações exclusivas ao TecheNet, Alberto Méndez garantiu que “os usuários vão ter uma experiência fantástica com este novo dispositivo”, tendo revelado que a linha X vai continuar a evoluir e que “vamos ter aparelhos para substituir a linha M”.

Trocando por miúdos, a BQ construiu um smartphone que aparenta uma boa relação qualidade/preço, mas não fez um upgrade (exceptuando a utilização do metal para construção do corpo), antes acrescentou uma nova linha à sua colecção. E este é o dispositivo de entrada, seguindo-se os novos smartphones mais potentes da linha X. O Aquaris X5 tem apenas 7,5mm de espessura e uma bateira de 2900 mAh, continuando a ser dual-sim “porque acreditamos na liberdade”, mas agora com a integração dos cartões numa única ranhura.

smartphone Aquaris X5

Este smartphone passam a ter uma garantia gratuita de cinco anos. A boa notícia para quem tenha smartphones da gama M da BQ, é que esta garantia também é extensível retroactivamente aqueles aparelhos.

No Teatro Goya foi também apresentado o tablet M10, de 10,1 polegadas, com uma autonomia a rondar as 12 horas, e que alia a longevidade das suas baterias “à estética e funcionalidade”. O M10 é o primeiro tablet europeu com o sistema de som Dolby Atmos, uma tecnologia que “propaga o som com precisão até qualquer ponto do espaço tridimensional, oferecendo assim uma imersão total do utilizador”.  Para que este sistema seja aproveitado ao máximo, os engenheiros da BQ colocaram as colunas frontalmente na parte inferior do aparelho.

tablet M10

A BQ apresentou ainda as novas gerações das suas impressoras 3D, a Witbox2 (pronta a utilizar) e a Hephestos 2 (de montagem pelo comprador), bem como o robot educativo Zowi e o foco inteligente Halu.

O Halu foi descrito por Alberto Méndez como sendo “um computador com um foco”. Concebido, desenvolvido e fabricado em Espanha, o Halu mistura as cores de forma uniforme, sem sombra, sendo que a intensidade e a cor da luz são controladas através de uma app instalada num smartphone, tablet ou computador. Como o seu API é aberto, o Halu poderá vir a interagir com todo o tipo de estímulos. Este foco inteligente utiliza o wifi para conexão e torna-se, ele próprio um amplificador de sinal. Rodrigo del Prado, sócio fundador da BQ afirmou aos jornalistas que “era muito mais fácil termos optado pelo bluethoot, mas o wifi oferece muito mais possibilidades” a este projecto que demorou três anos a desenvolver.

Artigo anteriorPróximo artigo
Jorge Montez
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Alfredo Beleza. Jornalista freelance, colaborou com conteúdos multimédia para alguns dos principais mídia portugueses. Foi redator, repórter e editor de jornais nacionais. É licenciado em Ciências da Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.