NEC inicia a construção do Sistema de Cabos do Atlântico Sul da Angola Cables

NEC inicia a construção do Sistema de Cabos do Atlântico Sul da Angola Cables

A Angola Cables SA, um operador grossista de telecomunicações angolanas, e a NEC Corporation, fornecedor líder de sistemas TI, anunciaram a entrada em vigor do contrato de construção do South Atlantic Cable System (SACS), o primeiro sistema de cabos submarinos de fibra ótica no hemisfério sul, a ligar a África e a América do Sul. Está previsto que o SACS entre ao serviço em meados de 2018. O projeto tem um custo estimado de 160 milhões de dólares e será parcialmente cofinanciado pelo Japan Bank for International Cooperation (JBIC) e pela Sumitomo Mitsui Banking Corporation (SMBC) com o apoio da Nippon Export and Investment Insurance (NEXI), através do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

NEC inicia a construção do Sistema de Cabos do Atlântico Sul da Angola CablesO SACS vai ligar Luanda, em Angola, e Fortaleza, no Brasil, interligando diretamente e pela primeira vez o continente Africano à América Latina, percorrendo mais de 6.200 km ao longo do Atlântico Sul e permitindo uma larga capacidade de transmissão internacional de dados a grande velocidade. A partir de Fortaleza, o SACS pode ser ligado a outro sistema de cabos que se estende a Miami, na Flórida, possibilitando uma ligação direta entre África e os EUA.

“O nosso principal objetivo é melhorar a qualidade das comunicações entre África e as Américas, criando uma rota totalmente nova no hemisfério sul, disponibilizando ofertas de produtos que atendam os atuais e futuros requisitos de dados na região”, afirmou António Nunes, CEO da Angola Cables. “ O SACS será construído utilizando tecnologia de ponta de 100G-coherent, para uma transmissão fiável e de baixa latência, mesmo perante os mais exigentes requisitos de largura de banda e conetividade direta entre centros de dados através do Atlântico.”

“O Sistema de Cabos do Atlântico Sul é um sistema único que irá ligar diretamente Angola ao Brasil e ao resto do mundo, e a NEC Corporation orgulha-se de ser o fornecedor do sistema e gostaria de agradecer à Angola Cables por dar à NEC a oportunidade de fazer parte deste projeto que marcará uma época”, afirma Toru Kawauchi, General Manager da NEC Submarine Network Division. “Gostaríamos também de estender o nosso agradecimento ao JBIC, SMBC e NEXI, por prestarem o necessário apoio financeiro. Sem eles, não teria sido possível concretizar o SACS. Sendo um dos principais fornecedores mundiais de sistemas de cabos submarinos, com mais de 40 anos de experiência e mais de 200.000 quilómetros de sistemas de cabos submarinos construídos, a NEC está empenhada em ser bem-sucedida na implementação do SACS e em consolidar a sua relação com a Angola Cables”.

Sobre a Angola Cables:

A Angola Cables é uma companhia angola de telecomunicações fundada em 2009, que opera no mercado grossista internacional e cuja principal atividade é a comercialização de capacidade para voz e dados, em circuitos internacionais através de Sistemas de Cabos Submarinos, ligando África, à Europa e às Américas, e também entre a América do Sul e a América do Norte. Opera também o Angonix (o maior IXP de Angola) no seu centro de dados em Luanda, o Angonap. A Angola Cables tem como objetivo transformar Angola num dos maiores centros de telecomunicações em África.
Para mais informações visite www.angolacables.co.ao

Sobre a NEC Corporation

A NEC Corporation é uma empresa líder na integração de tecnologias de informação e de rede que beneficiam as empresas e as pessoas em todo o mundo. Ao proporcionar uma combinação de produtos e soluções que, em conjunto, utilizam a experiência da empresa e os seus recursos globais, as tecnologias avançadas da NEC vão ao encontro das necessidades complexas e sempre em mudança dos seus clientes. A NEC traz mais de 100 anos de experiência em inovação tecnológica para capacitar as pessoas, as empresas e a sociedade. Para mais informações, visite a NEC em http://www.nec.com.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.