Criptomoedas: Bancos no Reino Unido banem compras com cartão de crédito

Bitcoin China

A polémica que envolve todo o mundo das criptomoedas (dinheiro virtual) não para de aumentar, numa altura em que todo o buzz parece estar a cair a pique e o valor das criptomoedas baixou para valores extremamente baixos. Agora, depois de ter acontecido com alguns bancos nos Estados Unidos, também no Reino Unido instituições bancárias estão a tomar medidas drásticas.

— Asus Zenfone 5 vai ter dupla câmara na vertical e ecrã 18:9! —

Lloyds Banking Group, responsável por diversas instituições bancárias no Reino Unido, acaba de banir todos os seus clientes de utilizarem os seus cartões de crédito para a compra de criptomoedas.

“Nós não aceitamos transações de cartões de crédito que envolvam a compra de criptomoedas.”, disse um representante do Lloyds Banking Group ao jornal britânico The Guardian.

Este foi o primeiro grupo de bancos no país a realizar este tipo de acção para com os seus clientes. Certamente que estas acções poderão ter causado grande insatisfação entre clientes, mas poderá ser facilmente fundamentada. Muitos clientes acabaram por utilizar o plafond dos seus cartões de crédito para realizar grandes investimentos em bitcoin (ou outras criptomoedas) e acabaram por se encontrar em posições de grande dificuldade devido à grande volatilidade destes mercados.

Utilizando a mais popular moeda virtual – Bitcoin – é fácil entender o nível de volatilidade e risco neste tipo de investimentos. Com o seu melhor ano em 2017, o preço de uma Bitcoin subiu de 800 dólares para mais de 19000 dólares no final do ano. Com esta “inesperada” evolução no seu preço, foram milhares as pessoas que tentaram a sua sorte ao investir de forma cega na moeda virtual, que viu o seu preço cair em linha vertical no início de 2018.

Lloyds Bitcoin

Actualmente o preço da Bitcoin ronda os 8000 dólares e com uma volatilidade tão acentuada, é normal que as instituições bancárias comecem a demonstrar grandes preocupações relativamente à utilização de cartões de crédito na aquisição de moedas virtuais. Certamente que qualquer pessoa iria entender se um banco rejeita-se um pedido de empréstimo para investimentos em criptomoedas. Muitos clientes acabam por se esquecer que cartões de crédito não passam de uma diferente forma de empréstimo.

O futuro das criptomoedas está no limbo, e é bastante incerto qual será o seu futuro ou pelo menos qual será o seu real valor, uma vez que vários países e instituições estão a trabalhar arduamente para combater uma das suas mais importantes características, a privacidade.

fonte: The Guardian
via: Engadget




Outros artigos que vais gostar:

Nokia 7 Plus com especificações e design revelados na internet!

Xiaomi Redmi Note 5: Renders apresentam um design delicioso!

Sony garante dois anos de actualizações para smartphones Android

Artigo anteriorPróximo artigo
frequentou a licenciatura de Desporto em Setúbal e actualmente reside em Londres. Apaixonado por novas tecnologias e fã do "pequeno" Android desde 2009. Fundador e autor do blog Androidblog.pt, criado em 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *