Ataque recente ao Instagram: Kaspersky Lab comenta

ataque recente ao Instagram

A empresa de segurança Kaspersky Lab fez alguns comentários em relação ao ataque recente ao Instagram.

Vários utilizadores do Instagram viram as suas contas bloqueadas e afirmam que foram impossibilitados de reestabelecer o acesso.

De acordo com as vítimas deste ataque recente ao Instagram, quando os hackers se apropriam da conta, estão a alterar o nome de utilizador, a fotografia de perfil, o e-mail e o número de telemóvel, tornando assim impossível recuperar o acesso.

O Instagram já publicou uma declaração a propósito do assunto: https://instagram-press.com/blog/2018/08/14/issue-affecting-access-to-instagram-accounts/

Até agora não há dados válidos acerca deste recente ataque ao Instagram, nem sobre como exatamente estão os criminosos a ganhar acesso aos perfis de Instagram das pessoas, mas o método mais comum para este tipo de ataques é através do phishing.

Apenas neste ano, os produtos da Kaspersky Lab têm prevenido cerca de 68.000 tentativas de visitas a websites de phishing utilizando a marca Instagram.

Curiosamente, no final de julho, cerca de duas semanas antes desta onda de hacking, testemunhámos um pico no vector deste ataque: no dia 31 de julho o número de ataques phishing disparou de cerca de 150 por dia para quase 600.

Em muitas ocasiões, os próprios utilizadores de Instagram são a grande vulnerabilidade que os hackers estão à procura: eles dão as suas credenciais ao acederem a websites de phishing, às aplicações que não estão certificadas e a réplicas de páginas verdadeiras.

“Devido à sua popularidade, o Instagram sempre atraiu uma grande volume de fraudes – o número de pessoas a utilizar a plataforma é agora de mais de mil milhões.

Depois de um criminoso ter acesso à conta de um utilizador, ele pode aceder a dados pessoais e à sua caixa de e-mails.

O perfil do utilizador pode ser transformado numa fonte de conteúdo malicioso, phishing e spam”, afirma Nadezhda Demidova, investigadora de segurança da Kaspersky Lab.

De forma a ficarem seguros, os utilizadores são aconselhados a seguir os seguintes passos:

– Não clicar em hiperligações suspeitas

– Verificar o endereço da página onde se planeia inserir informações pessoais

– Utilizar apenas a aplicação oficial da rede social instalada através de uma fonte segura

– Não partilhar a informação de login com aplicações terceiras

Este artigo, redigido no smartphone Galaxy Note 8, é um comunicado da empresa de segurança Kaspersky Lab

Artigo anteriorPróximo artigo
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.