O teletrabalho no setor de manutenção e de sistemas de segurança

Eaton-teletrabalho-no-setor-da-seguranca

Atualmente, o teletrabalho é uma forma de trabalho que apresenta maior tendência de crescimento, embora em alguns setores tal ainda não aconteça. Diz a especialista em energia, Eaton que, em Portugal, a opção de trabalho remoto, não é tão favorável em todos os setores; por exemplo, os funcionários dos serviços de segurança ou manutenção continuam a prestar serviços fisicamente, o tempo todo.

Publicidade
Loading...

Entre esse grupo de trabalhadores, está quem garante que os elementos para a segurança física das pessoas (iluminação de emergência, dispositivos de combate a incêndio, saídas de emergência etc.) estão na sua plena operação e agem corretamente em situações de emergência ou crise. A priori, e dadas as características desta sua atividade laboral, o pessoal de manutenção, responsável dos sistemas de segurança de um prédio ou estabelecimento comercial teria dificuldade em utilizar as medidas de teletrabalho. No entanto, é realmente assim?

De acordo com a Eaton, a inovação tecnológica disponibiliza inúmeras soluções ao setor de segurança para promover a abordagem ao teletrabalho. Esse tipo de recurso minimiza possíveis riscos sem prejudicar o trabalho e, acima de tudo, a proteção e segurança das pessoas. Portanto, as empresas têm à sua disposição uma gama de opções que podem ser implementadas para concluir a transformação digital com sucesso, em todas as áreas e sentidos. Dessa forma, os profissionais ligados a esse setor, poderão usar as novas políticas derivadas da digitalização para serem mais ágeis nas suas funções e, acima de tudo, para melhor adaptar o trabalho às necessidades do dia-a-dia e dos novos tempos.

José António Afonso, responsável do segmento Commercial Buildings da Eaton Iberia, comenta que “graças à inovação tecnológica que temos à nossa disposição, já é possível que os equipamentos de segurança e manutenção física para esses tipos de elementos possam substituir, pelo menos em parte, a atividade presencial por teletrabalho, aproveitando as possibilidades de monitorização e gestão remotos existentes“. Nesse sentido, acrescenta que “o sistema de segurança CGLine+ é um exemplo perfeito de como é possível garantir a segurança das instalações, remotamente, por meio de controlos remotos avançados, cujo servidor web integrado permite a visualização confortável e controlo preciso e fiável, em todos os momentos, dos circuitos de iluminação e sinalização de emergência

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.