Spring divulga cinco soft skills chave para 2020

Spring soft skills

Com os desafios que a tecnologia e a automação nos colocam, hoje associados a uma nova forma de trabalhar, as soft skills são essenciais para manter a competitividade no trabalho e também para manter o equilíbrio dos relacionamentos familiares. A Spring Professional, especialista em recrutamento, divulgou as cinco competências que podem ser fundamentais para que os desafios de 2020 sejam mais bem respondidos.

Publicidade
Loading...
  1. Criatividade. Webinars e conferências digitais, workshops, reuniões, aulas e novas experiências, estimulam as pessoas a pensar de forma diferente e a experimentarem novas competências, que a nível pessoal e profissional, poderão fazer a diferença, neste ano complicado.
  2. Persuasão. A influência depende de conhecer alguém a nível individual. E a confiança desempenha um papel preponderante na formação de pensamentos e opiniões.
    Dar às pessoas tempo e espaço para se atualizarem num ambiente mais descontraído pode ajudar a construir relações, capazes de abrir portas no futuro, aos mais variados níveis.
  3. Colaboração. Para construir um local de trabalho colaborativo, a sua necessidade deve ser claramente comunicada e estimulada. Quando trabalhamos em equipa, seja a nível pessoal, no seio das nossas famílias, seja a nível profissional, devemos ter um claro entendimento das responsabilidades de cada um, para poderem trabalhar juntos de maneira mais eficaz e com melhores resultados. Definir os objetivos da equipa no início de um projeto também ajudará a garantir que os objetivos são cumpridos.
  4. Adaptabilidade. As equipas e empresas precisam de estar prontas e ser capazes de responder a mudanças rápidas, colmatando eventuais lacunas de competências. Para esse fim, promover uma cultura de aprendizagem é fundamental. Num mundo em mudança, as empresas ágeis com estruturas flexíveis provavelmente sobreviverão. Tornar a sua empresa menos hierárquica e focar mais nas competências necessárias numa função, em vez de na sua antiguidade, pode ajudar.
  5. Inteligência Emocional. Na maioria das vezes, os funcionários operam em modo de “piloto automático”. Esse estado programado impede as pessoas de perceberem as suas emoções ou refletir adequadamente sobre as situações, dificultando o desenvolvimento da inteligência emocional. Sempre que se propiciar estimule conversas ou reuniões onde se possa conversar cara a cara. Isto ajudará todos a desenvolver e praticar a sua autoconsciência, uma qualidade fundamental na inteligência emocional.

Gerir emoções é importante. Após um período de maior pressão e stress, familiar ou profissional, converse sobre os pontos de pressão e sentimentos que surgiram em determinados momentos durante o período mais intensivo. Isso não apenas os ajudará a ter consciência das suas emoções, na próxima vez, mas também ajudará a desenvolver relacionamentos mais abertos entre pares.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é admirador de Steve Jobs e Elon Musk. Apaixonado por novas tecnologias, especialmente ligadas à secção de negócios empresariais e de Gadgets, acompanha de perto todas as novidade do mundo das TI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.