Xiaomi poderá ultrapassar a Apple muito em breve e atacar o 3º lugar

Xiaomi Apple

A Xiaomi continua a apresentar um crescimento impressionante nos mais variados segmentos de mercado. No entanto, continua a ser no universo dos smartphones que tem os seus maiores trunfos.

A gigante chinesa tem-se conseguido destacar mais ainda durante estes tempos difíceis, onde a grande maioria das empresas não consegue manter os seus números positivos. A força da Xiaomi é tão grande que, os resultados alcançados durante a primeira metade de 2020 conseguiram mesmo superar todas as espetativas.

De acordo com vários analistas, existe mesmo a possibilidade que em breve, venham a conseguir ultrapassar a Apple no ranking das maiores fabricantes de smartphones do mundo.

Apple poderá perder lugar no pódio para a Xiaomi

De acordo com várias analistas (Goldman Sachs, CITIC, Morgan Stanley, etc.), a Xiaomi é atualmente uma das empresas que um maior crescimento apresentam neste setor. Mais importante ainda, enquanto a maioria está a apresentar números negativos, a Xiaomi continua a conseguir manter um crescimento estável.

Xiaomi Apple

O sucesso d fabricante tem sido tão grande que as suas ações na bolsa de valores continuam a crescer a um ritmo bastante estável e, acredita-se que poderá ultrapassar a Apple já durante o próximo ano.

O exponencial crescimento da Xiaomi deve-se muito à sua concentração de recursos na expansão para mercados internacionais. Durante os últimos anos, conseguiram ganhar um grande destaque em países como Portugal e Espanha, tornando-se uma das fabricantes mais populares.

Porque não conseguiu a Xiaomi ultrapassar já a Apple?

Obviamente não existem dados concretos que expliquem o facto da Xiaomi continuar em 4º lugar no ranking de fabricantes, mas não nos podemos esquecer que a Apple é uma das mais fortes e mais reconhecidas fabricantes de sempre.

Xiaomi Team Fortune 500

Hoje em dia, apesar do seu grande sucesso na Europa, a Xiaomi não conseguiu replicar o mesmo nível de sucesso na Índia, que atualmente é o segundo maior mercado do mundo.

Com uma grande pressão das suas rivais, como a Realme, Vivo, Oppo e Samsung, a Xiaomi continua a ter dificuldade em destacar-se da sua competição.

Além disso, também no seu mercado natal acabaram por enfrentar maiores dificuldades. Com todos os problemas entre a Huawei e os Estados Unidos, os utilizadores demonstraram grande patriotismo, ajudando a Huawei a manter os seus números positivos.

Outros artigos interessantes:

via
Artigo anteriorPróximo artigo
Joao Silva
A paixão por tecnologia já corre há muitos anos, separando os tempos livres entre a pesquisa de novas aplicações para o telemóvel e os mais recentes jogos para a Nintendo Switch.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.