Android-mitos-e-verdades Mobile

Mitos e curiosidades sobre Android: será que tudo que dizem é real?


Lendas urbanas envolvem todas as partes do nosso dia a dia, algumas de terror e outras de simples senso comum que são passadas de uma pessoa pra outra. O sistema operacional Android também virou vítima dessas histórias, sendo que boa parte delas não tem nenhum tipo de verdade. Vamos conhecer alguns boatos e curiosidades sobre o robozinho do Google?

Android é consagrado ao demônio!

Essa história passou a ser difundida quando alguns usuários descobriram que ao entrar nas configurações do smartphone e clicar várias vezes para descobrir qual é a sua versão, aparecia a imagem de um robozinho ao lado de um “biscoito zumbi”. Para criar histórias na mente das pessoas foi um pulo. O que ninguém sabia, é que na verdade isso é um easter egg (segredo/surpresa) presente em todos os aparelhos Android a partir versão 2.3 do operacional.  “A arte foi colocada ali para representar uma mistura da modernidade, o robozinho, e algo como uma magia antiga que criaria uma multidão de zumbis”, declara Jack Larson, o artista criador do desenho. Assim sendo, podemos continuar usando tranquilamente os aparelhos Android sem medo de que nossa alma esteja em jogo.

Celulares Android travam mais que a concorrência

Essa é outra história que surgiu sem que as pessoas soubessem o real motivo. O sistema Android sempre teve como plano de ser acessível a todos, para isso, ele deveria se adaptar aos vários tipos de aparelhos e marcas diferentes. O problema gerado por essa decisão é que o Google não tinha controle dos aparelhos utilizados pelas marcas e muitos desses aparelhos tinham configurações inferiores, fazendo com que o funcionamento fosse prejudicado. A grande mudança veio com a chegada de smartphones cada vez mais modernos e a redução do custo de produção deles, dando a chance de que todas as pessoas pudessem ter celulares de qualidade. Existia algo parecido com a relação da qualidade do touchscreen dos aparelhos Android e os da concorrência, e eram quase os mesmos motivos do problema anterior. Aparelhos com menor tecnologia e preços diferentes não teriam as mesmas vantagens, mas isso já é coisa do passado e o robozinho já não perde em nada pra ninguém.

Não existem aplicativos de qualidade

O SO Android é opensource, logo, qualquer um pode desenvolver aplicativos para ele, mas isso não implica em baixa qualidade. No início, como qualquer outra marca, encontrar fontes seguras e de qualidade para o desenvolvimento de apps foi uma luta, e a maioria dos aplicativos que eram lançados na Play eram adaptações da concorrência. O tempo foi passando, com a força do Google e maior público consumidor da marca, a concorrência para desenvolver as ferramentas virtuais ficou cada dia mais acirrada.  Esse crescimento de consumo fez com que as aplicações produzidas fossem melhores e as atualizações supriram cada vez melhor as necessidades das pessoas. Essa história de que os aplicativos não são bons é coisa do passado, já que além da qualidade, a Play tem boa parte de seus produtos oferecidos gratuitamente.

Android é complicado

Logo AndroidA última das histórias é de que o Android é complicado. Muitos falam que a concorrência é mais elementar e que o Sistema Operacional do Google é de difícil aprendizado, o que passa longe de ser verdade. Além de sair da caixa pronto para o uso, sem a necessidade de atualizações ou conexões com um servidor, as funcionalidades do aparelho são bem intuitivas e podem ser utilizadas e aprendidas por qualquer um. Portanto, não tem nada de complicado na utilização do Android, é só questão de adaptação de cada um ao sistema operacional mais utilizado ao redor do mundo.

Essas são algumas das várias historias já criadas sobre o robozinho do Google. Você já conhecia alguma delas ou já ouviu algo parecido por aí? Conhece alguma história sobre Android que não listamos? Deixe nos comentários sua sugestão ou opinião sobre o assunto.

Este texto é uma contribuição da Nextel para o TecheNet

 


2 comentários em Mitos e curiosidades sobre Android: será que tudo que dizem é real?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *