Turquia bloqueia Google DNS Internet

Google acusa Turquia de espiar os utilizadores


A recente decisão da Turquia em bloquear vários sites mundialmente populares levou a que muitos utilizadores tentassem contornar este bloqueio utilizando o serviço de DNS da Google. As últimas informações oficiais da Google indicam que as empresas de internet turcas estão a mascarar o serviço de DNS da Google, aparentemente para espiar os seus utilizadores.

Esta revelação surge sensivelmente uma semana depois de vários rumores terem indicado que a Turquia havia começado a bloquear acessos ao serviço de DNS da Google.

Nós recebemos vários relatórios credíveis e confirmá-mos através de uma pesquisa interna que o serviço de DNS da Google havia sido interceptado”, disse a Google no seu blog oficial.

Um DNS (Domain Name System) encaminha o endereço digitado no browser para o IP do site em questão – neste caso da Google. Nos primeiros dias após o bloqueio de redes sociais por parte do governo Turco, os cidadãos conseguiram voltar a utilizar as suas contas do Twitter e YouTube utilizando este tipo de ferramenta. Agora, as empresas que oferecem os serviços de internet na Turquia criaram novos servidores que se assemelham aos da Google, de acordo com a gigante americana, colocando os utilizadores em risco de terem  as suas navegações monitorizadas.

size_460_twitter-turquia

Este bloqueio teve ínicio depois do primeiro ministro Turco – Recep Erdoğan – ter sido envolvido num escândalo de corrupção, depois de surgir uma gravação no YouTube (e várias outras redes sociais) onde pede ao seu filho para fazer desaparecer avultadas quantias de dinheiro.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *