Durão Barroso em Portugal para debate sobre emprego e investimento no setor das tecnologias

Rui Serapicos

A CIONET em colaboração com APDSI, APDC, TICE.PT e ISACA, organiza em outubro a cimeira Grand Coalition for Digital Jobs, um evento que contará com a participação do Dr. Durão Barroso, atual presidente da Comissão Europeia.

O evento tem como objetivo desenvolver políticas concretas e planos de ação recomendados para três iniciativas: a retenção de talentos no setor das tecnologias, a requalificação dos Portugueses ou a atualização de competências, e a atração de “geradores” de emprego digital para o nosso país. A cimeira juntará experts nas áreas de tecnologias, investimento, RH, educação e certificação, bem como profissionais da área de TIC, decisores governamentais, investigadores e académicos, entre outros.

Num contexto em que a importância das ICT é cada vez maior para o desenvolvimento da competitividade e da inovação, mesmo em negócios que até há pouco tempo eram considerados não tecnológicos, e em que há atualmente um gap entre a procura e a oferta de competências nas áreas das tecnologias de informação a nível Europeu, é fundamental alterar o contexto em que estes temas têm vindo a ser entendidos. Em Portugal, a situação é porventura mais grave na medida em que existe um elevado desemprego global, e em particular nos jovens, e, apesar disso, continua a aumentar a falta de competências no setor das TIC. Este será um dos temas principais do evento, no qual serão apresentadas algumas das recomendações a implementar.

Esta ineficiência do mercado surge necessariamente por vários motivos, nomeadamente, pela deficiente informação dos jovens e de adultos sobre as competências necessárias, pela falta de estruturação da oferta de formação aos vários níveis de qualificação e pela falta de capacidade de reciclagem de profissionais de outras áreas nas novas profissões necessárias. Daí a CIONET ter definido a educação como um dos principais campos de atuação. Fica ainda claro que, face à carência de recursos qualificados em ICT a nível europeu, uma estratégia de atuação para Portugal deve implicar não só o aumento da oferta de talento, mas também a criação de condições para o reter no país e evitar o brain drain a que temos assistido nos últimos anos. Artur Loureiro, membro do Advisory Board da CIONET, havia expressado a sua preocupação à Comissão Europeia em relação ao brain drain em Portugal no final do ano passado e foi este o tema que originou toda a cimeira.

Rui Serapicos

Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET afirma que “outro dos temas na mesa é a criação de centros de competências em Portugal. O país tem algumas vantagens competitivas de contexto e as mesmas devem ser cristalizadas no investimento em áreas de negócio estratégicas, capazes de criar centros de competência globais com geração de emprego digital”. O responsável reforça a importância da iniciativa e indica que o envolvimento dos vários players do setor das TIC é fundamental para o desenvolvimento e posterior a implementação de medidas com real impacto na sociedade.

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
é um dos fundadores do TecheNet, juntamente com Jorge Montez.. O design é uma das suas paixões, tendo criado o estúdio Parapluie que desenvolve trabalhos de webdesign e design gráfico para os mercados brasileiro e português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.