A dynabook vê uma nova forma de trabalhar na indústria

dynabook e a manufatura

O setor industrial está preparado para transformar a maneira como os funcionários vão trabalhar nos próximos anos. A dynabook tem visto como a indústria beneficiará dos avanços tecnológicos que estão a acontecer a um ritmo sem precedentes. Nos últimos tempos, os avanços dos dispositivos, a chegada do 4G e da cloud permitiu às empresas fazerem a transição para novos níveis de eficácia, mas uma nova onda de inovações tecnológicas, está a funcionar como catalisador e a levar a indústria para outro nível.

5G cria uma nova era de mobilidade

A entrada dominante do 5G não só fornecerá velocidades de redes melhoradas, mas também maior capacidade, das quais ambas vão permitir que os fabricantes forneçam novos recursos para as forças de trabalho. Com o 5G, beneficiarão de maior velocidades de download e upload, menor latência e capacidade de executar aplicativos de maior capacidade simultaneamente, algo particularmente útil num setor em que as máquinas pesadas e soluções de software complexas são essenciais para o desenvolvimento e a inovação de produtos.

Uma visão através dos olhos do IoT

O 5G, quando combinado com a chegada das soluções de mobile edge computing, está a criar um ambiente com a capacidade, velocidade e eficácia de dados necessários para a adoção e a ampla inovação do IoT. Como resultado, já estamos a ver as soluções wearable, principalmente os smartglasses, começarem a permear o local de trabalho. Ao conectar-se a uma solução mobile edge computing que, através do processamento de dados no momento reduz a latência e a tensão operacional no núcleo da rede, essa nova onda de soluções baseadas em IoT pode ter um impacto considerável na transformação digital do setor de manufatura.

Dynabook sugere um futuro Seguro

De acordo com um relatório da dynabook, não surpreende que 72% de quem toma as decisões de TI dentro da indústria considere a segurança de dados um investimento-chave em TI. Os trabalhadores de campo e da linha da frente demonstram preocupações a esse respeito, mas os trabalhadores de escritório tradicionais; seja das áreas de finanças, vendas ou RH também são potenciais elos mais fracos, especialmente quando o trabalho móvel e remoto continua a crescer em popularidade. Para garantir que a força de trabalho permanece protegida, a dynabook aconselha aos clientes darem formação aos funcionários sobre a implementação de uma estratégia de autenticação como parte da infraestrutura de TI das empresas, incluindo laptops com recursos biométricos, como sensores de impressões digitais e outras soluções de segurança mais profundas, como o mobile edge computing que reconhece as ameaças cibernéticas antes que atinjam a redes.

Artigo anteriorPróximo artigo
Avatar
Nilton é um entusiasta das novas tendências tecnológicas e do impacto que estas têm nas organizações e no nosso dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.